Receba as notícias:

Cientista da UA em expedição internacional para
desvendar um dos maiores segredos geológicos da Terra

Clara Sena será a responsável pelas análises
físico-químicas e microbiológicas dos fluidos

2014-05-30
Clara Sena em trabalho laboratorial
Clara Sena em trabalho laboratorial
A geóloga da Universidade de Aveiro (UA) Clara Sena vai participar nos meses de Junho e Julho numa expedição internacional no Oceano Pacífico, a sul do Japão, a bordo do navio Joides Resolution. No âmbito do International Ocean Discovery Program (IODP) uma equipa internacional de 30 cientistas de onze países vai perfurar os sedimentos e rochas do fundo oceânico.

Spin-off da UMinho desenvolve novas
metodologias de detecção de rochas

Sinergeo faz prospecção de pegmatitos graníticos

2013-06-17
A implementação da metodologia exige menos investimento
A implementação da metodologia exige menos investimento
A Sinergeo, spin-off da Universidade do Minho, está a desenvolver ferramentas inovadoras para a prospecção e detecção de pegmatitos graníticos, rochas que incluem minerais utilizados no sector das novas tecnologias.

Desenvolvidas no âmbito do projecto PROSPEG, as técnicas poderão contribuir de forma indirecta para o abastecimento dos mercados mundiais, para além de facilitar o acesso a áreas de minério actualmente inacessíveis. Os resultados preliminares da investigação já foram apresentados em conferências internacionais, nomeadamente nos EUA e na Turquia.

Sismo abalou ligeiramente a região do Porto hoje

O tremor de terra ocorreu por volta das 17h22

2013-02-13
Sismo teve magnitude de 3.1 na escala de Richter (Imagem: EMSC)
Sismo teve magnitude de 3.1 na escala de Richter (Imagem: EMSC)
Parte do Norte do país registou um sismo de magnitude 3.1 a 3.2 na escala de Richter, por volta das 17h22 (hora local) e apenas durou uns segundos. O Centro Sismológico Mediterrânico Europeu refere que o abalo ocorreu a 12 quilómetros de profundidade.

O epicentro localizou-se a seis quilómetros de Paredes e foi registado nas estações da Rede Sísmica do Continente, segundo avançou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. No entanto, sublinhou ainda que é considerado de intensidade fraca e “sem necessidade de alarme”, acrescentando que não se esperam réplicas. Nas redes sociais, são vários os utilizadores que dão conta do momento do sismo.

Nasa diz que 2012 foi um dos dez anos
mais quentes desde 1880

2013-01-16
2012 foi o 36º ano consecutivo com temperaturas superiores à média
2012 foi o 36º ano consecutivo com temperaturas superiores à média
O ano de 2012 foi um dos dez mais quentes desde 1880, seguindo a continuada subida de temperaturas globais, segundo uma revisão anual das temperaturas médias da Terra feita pelo Instituto Goddard de Estudos Espaciais, da NASA e da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA). O ano de 1998 foi considerado o nono mais quente em 132 anos.

O instituto, sediado em Nova Iorque, comparou a média da temperatura global desde meados do século XX. A comparação mostra que a Terra continua a sofrer temperaturas mais quentes do que há várias décadas. No entanto, há uma discrepância face à NOAA, já que a Nasa apontou 2012 como o nono mais quente desde o início dos registros, em 1880, enquanto a Noaa avaliou-o com o décimo mais quente.

A camada magnética protectora da Terra está a deteriorar-se

2012-11-07
Ventos solares penetram camada magnética terrestre
Ventos solares penetram camada magnética terrestre
Um estudo recentemente publicado no «Journal of Geophysical Research» avançou que foram descobertas algumas brechas na camada magnética terrestre e estas permitem a entrada do vento solar – rajadas de plasma magnético.

A magnetosfera é a camada protectora da Terra e a primeira linha de defesa contra ventos solares e as falhas detectadas poderão interromper sinais de GPS e energia, segundo explicou Melvyn Goldstein, astrofísico do Centro de Voo Espacial Goddard (Nasa).

Desvendado mistério do OVNI do Báltico

Objecto oval misterioso é afinal um depósito glaciar

2012-09-08


O ano passado, um grupo de 'caçadores de de tesouros' sueco, liderado por Peter Lindberg, Ocean X, anunciou ter descoberto um estranho objecto no fundo do mar Bático. De forma oval, a estrutura teria 60 quilómetros de diâmetro, e no fundo do mar haveria marcas do deslizamento desse 'objecto'. Não tardaram a aparecer especulações excêntricas. Falou-se em experiências nazis, vestígios da Atlântida e de um OVNI que se despenhou no mar. Volker Brüchert, professor de Geologia da Universidade de Estocolmo vem agora afirmar que, afinal, o 'OVNI' é apenas um depósito glaciar, uma formação rochosa arrastada pelo gelo até ao mar há milhares de anos.

Massa de rochas vulcânicas flutua à deriva no Oceano Pacífico

2012-08-10
Massa rochosa não deverá afectar navios (Imagem: NZA)
Massa rochosa não deverá afectar navios (Imagem: NZA)
A Marinha da Nova Zelândia anunciou que uma enorme massa de rochas vulcânicas flutua à deriva no Oceano Pacífico. A massa rochosa provém de um vulcão submarino e não deve constituir nenhum perigo para os navios, refere ainda.

Os investigadores defendem que o fenómeno não está relacionado com a intensificação da actividade vulcânica na superfície da Nova Zelândia esta semana. As rochas foram avistadas ontem por um avião militar a cerca de mil quilómetros da costa da Nova Zelândia, próximo à Ilha Raoul – uma área com aproximadamente a extensão da Bélgica – 463 quilómetros de comprimento e 55,5 de largura.

Fungos acabaram com o carvão há 300 milhões de anos

Investigação publicada na «Science» revela como acabou o período Carbonífero

2012-06-29
No período Carbonífero as árvores cresciam em florestas pantanosas
No período Carbonífero as árvores cresciam em florestas pantanosas

Há 300 mil anos, a Terra deixou de produzir carvão de forma massiva. Este acontecimento marcou o final do Carbonífero, período da Era Paleozóica que tinha começado 60 milhões de anos antes e que se caracterizava pela sucessiva formação de estratos de carvão a partir da acumulação e do enterramento de árvores primitivas que cresciam em enormes florestas pantanosas.

Uma equipa internacional de cientistas descobriu agora que o fim desta Era coincidiu com o aparecimento de fungos altamente especializados. Os resultados, apresentados no último número da «Science», revelam que estes microorganismos desenvolveram um sistema para decompor eficazmente a biomassa das plantas que tinham colonizado o meio terrestre.

Cientista diz ter descoberto qual o vulcão que arrefeceu a Terra no século XIII

Enigma da vulcanologia só será desvendado com a publicação do estudo realizado por Franck Lavigne

2012-06-18
O vulcão responsável estará situado na Indonésia, acredita a comunidade científica
O vulcão responsável estará situado na Indonésia, acredita a comunidade científica

Um dos grandes mistérios da vulcanologia pode estar prestes a ser resolvido. No século XIII, uma das mais potentes erupções dos últimos sete mil anos largou nuvens de cinza que provocaram um arrefecimento temporário do planeta.

Os cientistas tinham indícios da ocorrência deste fenómeno, mas não sabiam onde nem quando aconteceu com exactidão. Franck Lavigne, da Universidade de Panthéon-Sorbonne (França), acredita ter resolvido o mistério, mas só vai revelar os resultados da investigação com a publicação dos mesmos.

Geologia: existem 326 locais com interesse científico fundamental

Primeiro inventário do país indica locais a preservar

2012-03-02
José Brilha é coordenador do projecto.
José Brilha é coordenador do projecto.
A inventariação geológica completa do território português é de importância científica e estratégica fundamental e foi concluído recentemente sob coordenação do Departamento de Ciências da Terra da Escola de Ciências da Universidade do Minho.

Segundo José Brilha, docente e coordenador do projecto, que envolveu mais de 70 cientistas de universidades e associações e a Fundação para a Ciência e Tecnologia, “já existia um levantamento feito ao nível da fauna e da flora, mas era fundamental classificar locais de valor abiótico [influências que os seres vivos recebem num ecossistema], com interesse científico, revelando a importância de ser gerido e preservado pelas autoridades nacionais que tratam da conservação da natureza”.

Abalo no Haiti poderá ser aviso de novos tremores de terra

2012-01-27
Estudo refere sismos devastadores de intensidade semelhante.
Estudo refere sismos devastadores de intensidade semelhante.
O sismo que destruiu grande parte da capital do Haiti, há dois anos, poderá ser a manifestação de um novo ciclo de actividade sísmica com futuros tremores de terra devastadores, concluiu uma investigação publicada na quinta-feira nos EUA.

Segundo os autores do estudo liderado por William Bakun, da U.S. Geological Survey, os arquivos históricos revelam uma actividade sísmica frequente nas Caraíbas nos últimos 500 anos, mais particularmente na ilha de Hispaniola, partilhada pelo Haiti e pela República Dominicana.

Magnitude sete ameaça Grande Lisboa

Geólogo identifica falhas sísmicas “provavelmente activas”

2012-01-13
Por Susana Lage
Carlos Cancela Pinto
Carlos Cancela Pinto
“Existem três grandes falhas sísmicas que afectam a região da grande Lisboa e que são muito provavelmente activas: a Falha de Vila Franca de Xira, a Falha do Pinhal Novo e a Falha de Samora Correia – Alcochete”. Esta é a principal conclusão de um recente estudo realizado por Carlos Cancela Pinto, investigador da Unidade de Recursos Minerais e Geofísica do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG).

Ao Ciência Hoje o geólogo revelou que “foi calculado o sismo máximo expectável para cada uma das falhas e chegou-se à conclusão que a primeira poderá gerar um sismo de magnitude 7.06, a segunda de 6.42 e a terceira 6.52”.

Galopim de Carvalho lança «Dicionário de Geologia»

Autor pretende "incrementar a divulgação" desta ciência "maltratada"

2011-12-02
Por Susana Lage (texto e fotos)
O livro foi apresentado na Reitoria da Universidade de Lisboa
O livro foi apresentado na Reitoria da Universidade de Lisboa
Foi lançado, esta quarta-feira, o «Dicionário de Geologia» de A. M. Galopim de Carvalho. A obra inclui 9115 termos em português e em inglês e é uma contribuição do geólogo para as comemorações do Ano Internacional do Planeta Terra e do Centenário da Universidade de Lisboa.

Trata-se de “uma contribuição para vulgarizar e incrementar a divulgação da Geologia em Portugal, que continua muito maltratada”, afirmou o autor.

Erupção vulcânica: Ilha de El Hierro em alerta amarelo

Investigadora portuguesa não relaciona recentes fenómenos observados

2011-10-10
Os serviços de observação sísmica registaram uma erupção vulcânica submarina a mil metros de profundidade debaixo de água, a ocorrer ao largo da ilha canária El Hierro, em Espanha, segundo avançou o diário espanhol «El Mundo». Investigadores espanhóis detectaram uma alteração no tipo de ondas, o que poderia significar que no fundo do mar se estão a produzir emissões de gases e lava. 

Recorde-se que a erupção tem lugar dois dias após se ter registado um sismo de 4,3 na escala de Richter. Os especialistas avançaram ainda que o fenómeno levou a uma alteração súbita no processo sísmico, já que acabou por paralisar a trepidação que se sentia há semanas na ilha canária. 

Trilobite “gigante” encontrada em Mação

Achado paleontológico corresponde a uma nova espécie

2011-07-22

Trilobites têm 445 milhões de anos
Trilobites têm 445 milhões de anos
Uma nova espécie de trilobites foi ontem encontrada em Chão de Lopes, Mação, uma descoberta científica de relevância internacional com 445 milhões de anos, anunciou um dos responsáveis pelo achado paleontológico.

Em declarações à Agência Lusa, Artur Sá, do Departamento de Geologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) não escondeu a sua euforia ao revelar a descoberta de uma “espécie nova” de trilobites – “uma trilobite gigante para este género da espécie panderiae -, com um tamanho “cinco vezes superior às até hoje conhecidas cientificamente” a nível mundial.

“Apesar dos seus cinco centímetros, esta é uma espécie gigante para este género de trilobites, que são milimétricas, quando muito atingem o centímetro”, afirmou, assegurando que a equipa que coordena fez o achado a “um nível fossilífero único” na Península Ibérica.

Fim do oceano Atlântico já começou

Estudo foi liderado por investigador português

2011-06-14
Processo geológico será muito lento.
Processo geológico será muito lento.
Daqui por 50 a cem milhões de anos, o oceano Atlântico deverá desaparecer. No entanto, tal como todos os fenómenos geológicos, este também demorará a acontecer. O estudo tem participação russa e é liderado pelo geólogo português Fernando Marques, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Se olharmos para a posição dos continentes não parece sugerir nada que se assemelhe ao desaparecimento dessa massa de água salgada. A novidade do estudo consiste na análise matemática de dados sobre a espessura da placa em várias regiões do Atlântico, tanto do norte como do sul.

UTAD tem único centro museológico científico do distrito

Comemora-se hoje Dia Internacional dos Museus

2011-05-18
Museu de Geologia conta hoje com milhares de peças (Foto: UTAD)
Museu de Geologia conta hoje com milhares de peças (Foto: UTAD)
O Museu de Geologia, instalado na Universidade de Vila Real, juntou ao longo de 25 anos milhares de minerais, rochas e fósseis recolhidos um pouco por todo o mundo que são visitados anualmente por muitos estudantes e professores.

Fundado pelo antigo ministro e reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Fernando Real, o Museu de Geologia é um dos mais antigos de Vila Real e o único com carácter científico do distrito.

De portas abertas de segunda a sexta-feira, esta unidade museológica conta com o apoio de alunos da academia, a maior parte dos quais do curso de Biologia e Geologia, que de forma voluntária servem de guias aos visitantes.

Geólogos internacionais investigam formações raras em Valongo

Vêm da Rússia, Austrália, China, EUA, República Checa, Reino Unido, Espanha, Dinamarca e França

2011-05-03
Investigadores vêm estudar formações <br> geológicas do período do Ordovícico.
Investigadores vêm estudar formações
geológicas do período do Ordovícico.
Uma equipa de geólogos estrangeiros estará no próximo sábado, em Valongo, para estudar vestígios de formações geológicas existentes na Serra de Santa Justa, datadas do período do Ordovícico – na escala de tempo geológico, corresponde à Era Paleozóica. Estas formações retratam geologicamente Valongo há 490 milhões de anos, altura em que o território era ainda parcialmente coberto por mar.

Segundo os especialistas participantes, “estas formações, visíveis sem recurso a escavação, são únicas no mundo, sendo por isso um testemunho fundamental para estudos realizados e teorias formadas acerca do assunto”.

Cientistas querem chegar ao manto terrestre nos próximos dez anos

Nos próximos cinco anos serão analisadas três localizações do Oceano Pacífico que poderão servir para perfurações

2011-04-01
Os investigadores acreditam ser possível chegar ao
Os investigadores acreditam ser possível chegar ao "interior" da Terra
Depois do abandono do projecto Mohole, realizado no início dos anos 60 e que tinha como objectivo chegar ao manto terrestre, os cientistas falam agora da hipótese de o retomarem.

Na revista «Nature», a propósito do 50º aniversário do Mohone, os investigadores Damon Teagle, da Universidade de Southampton (Reino Unido) e Benoît Ildefonse, da Universidade de Montpellier (França), afirmaram que as tecnologias de hoje já permitem realizar perfurações para serem obtidas amostras do manto da Terra. Os trabalhos poderiam desenrolar-se no espaço de uma década.

Sismo no Japão

Centrais nucleares de Fukushima representam "perigo real"

2011-03-14
Centrais nucleares de Fukushima, no Japão.
Centrais nucleares de Fukushima, no Japão.
A situação das centrais nucleares de Fukushima, danificadas pelo sismo que devastou o nordeste do Japão, representa um "perigo real", apesar de não ser comparável ao acidente de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986, avaliou hoje um especialista português.

"O principal risco é o derrame de material radioactivo para a água, ou para a atmosfera, como aconteceu em Chernobyl", disse João Seixas, especialista em física de partículas elementares e responsável pelo grupo português na experiência do acelerador de partículas LHC (Large Hadron Collider) do CERN (Organização Europeia para a Investigação Nuclear).

Novo estudo ajuda a prever erupções vulcânicas

Tremores que as antecedem explicados por modelo matemático

2011-02-27
De acordo com o novo estudo  o
De acordo com o novo estudo o "magma wagging" é o responsável pelos tremores
As erupções vulcânicas são um dos fenómenos mais imprevisíveis da natureza. No entanto, quase todas têm algo em comum: são precedidas por tremores de terra que ocorrem minutos, dias ou semanas antes do vulcão "acordar".

Embora esta característica continue a ser um enigma para os especialistas que estudam os sinais que estes gigantes da natureza emitem antes de uma erupção explosiva, um grupo de investigadores das universidades de Yale (EUA) e British Columbia (Canadá) obtiveram algumas pistas sobre este fenómeno através de um modelo matemático que explica esses tremores.

Este estudo, publicado na revista "Nature" pode ajudar a prever, no futuro, erupções fortes e a salvar vidas, visto que se poderiam evacuar os habitantes dos locais mais ameaçados.

Um gás raro em águas antigas

2011-02-21
Witwatersrand é uma extensão de uma cadeia de montanhas que se elevam a uma altura de entre 1700 a 1800 metros acima do nível do mar, que corre de leste a oeste o território sul-africano, e que segundo novas provas, poderá encerrar as águas mais antigas do mundo, isoladas há milhões de anos.

Ficam situadas na região histórica do Transvaal e uma das redes de fracturas contem os ecossistemas de micróbios mais profundos conhecidos sobre a Terra. Estes organismos podem sobreviver sem a luz do sol graças à energia química libertada pelas rochas.

Manto geológico da Península Ibérica tem 300 milhões de anos

Estudo internacional explica que movimento das placas tectónicas originou um novo manto litosférico

2011-02-04
Há 300 milhões de anos, existia apenas um continente na Terra - a Pangea
Há 300 milhões de anos, existia apenas um continente na Terra - a Pangea
A Península Ibérica formou-se há, aproximadamente, 300 milhões de anos. Segundo artigo publicado na revista «Geology» foi o movimento das placas tectónicas que fez com que este pedaço de terra, no centro da Pangea – o continente único que existia naquele período – ganhasse um novo revestimento geológico. O movimento deu lugar à destruição do manto litosférico existente até esse momento, situado entre 30 e 150 quilómetro de profundidade, e à formação do actual.

Esta reconstrução foi feita por investigadores da Universidade de Salamanca, da Universidade Complutense de Madrid, da St. Francis Xavier University e do Bryn Mawr College (EUA).

Alentejo acolhe Centro de Estudos Geológicos e Mineiros

Projecto terá litoteca com amostras da Faixa Piritosa Ibérica

2011-02-02
Faixa Piritosa Ibérica tem forte potencial mineiro.
Faixa Piritosa Ibérica tem forte potencial mineiro.
Um Centro de Estudos Geológicos e Mineiros sobre a Faixa Piritosa Ibérica vai ser criado em Beja, num projecto que inclui uma litoteca, para arquivar “várias centenas de quilómetros” de amostras do subsolo já recolhidas, revelaram os promotores.

A iniciativa é do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) e prevê um investimento perto dos 3,5 milhões de euros, a candidatar ao Programa Estratégico do Sistema Regional de Transferência de Tecnologia (SRTT).

Museu Geológico expõe últimos cem milhões de anos de Lisboa

«Crocodilo de Chelas» vai ser um dos protagonistas da mostra

2011-02-02
"Crocodilo de Chelas" viveu há 12 milhões de anos
O “crocodilo de Chelas”, que viveu há 12 milhões de anos quando aquela zona da actual Lisboa era selva tropical, será um dos protagonistas de uma exposição que está a ser organizada, ainda sem data, pelo Museu Geológico.

Além da cabeça fossilizada do réptil gigante, vão integrar a mostra sobre os  últimos cem milhões de anos da zona onde se ergue a capital portuguesa outros vestígios que comprovam que pela zona passearam-se antepassados dos actuais hipopótamos, zebras ou elefantes africanos.

Os “testemunhos” recolhidos pelos cientistas indicam que essa fauna vivia “contente” na região, diz a brincar o director do museu, o geólogo e professor universitário aposentado Miguel Ramalho.

Ouro tem origem extraterrestre

Impacto de asteróides deu origem a alguns metais preciosos

2011-01-23
Pela teoria de formação da Terra, ouro não devia existir na crosta
Pela teoria de formação da Terra, ouro não devia existir na crosta
Quase todo o ouro que a humanidade possui ou que está a ser extraído de minas é de origem extraterrestre. Foi trazido para a Terra por asteróides  massivos que embateram no planeta no final da sua formação, há 4500 milhões de anos, sugerem os resultados de um estudo publicado na revista "Science".  

Esta nova investigação traz fortes evidências de que o ouro, a platina e o paládio, entre outros metais, presentes no manto e na crosta da Terra, da Lua e de Marte, chegaram a tais sítios graças à queda  de objectos celestes do tamanho de mini-planetas durante a fase da formação planetária do sistema solar.  Estas colisões massivas aconteceram dezenas de milhões de anos depois do grande impacto que originou a Lua.

O estudo foi realizado por uma equipa de investigadores de várias instituições americanas, entre as quais a University of Maryland (incluindo o geólogo Richard Walker), o Southwest Research Institute e o Massachusetts Institute of Technology.

O vulcão Etna entrou ontem em erupção na Itália

Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia avisa que lava pode voltar a correr

2011-01-13


O vulcão Etna entrou em erupção, ontem à noite, na ilha da Sicília, na Itália, provocando um rio de lava numa das encostas. As autoridades locais já anunciaram o estado de alerta. Segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV), a actividade do Etna terá intensificado pouco depois das 22h48 (21h48 hora de Lisboa) e era possível ver as explosões de lama a partir nas cidades de Catânia e Taormina.

Falha desconhecida pode ter estado na origem de sismo no Haiti

Geólogos procuram explicação para aquilo que aconteceu há um ano

2011-01-12
Sismo do Haiti deriva de deslocação das placas das Caraíbas e norte-americana
Sismo do Haiti deriva de deslocação das placas das Caraíbas e norte-americana
Os geólogos procuram uma explicação para aquilo que aconteceu faz precisamente hoje um ano no Haiti. A questão do cenário é importante para prever a frequência e intensidade de próximos sismos.

Quando a terra tremeu, os geofísicos não ficaram surpreendidos, tendo em conta que Port-au-Prince se encontra numa zona sísmica activa, próxima da falha Enriquillo-Plantain Garden (EPG), mas a origem precisa do terramoto permanece um mistério. Uma falha setentrional, a fronteira entre a placa das caraíbas e a norte-americana, faz com que estas escorreguem uma contra a outra a uma velocidade de dois centímetros por ano.

Insectos fossilizados «contam» nova história geológica da Índia

Descoberta põe em causa isolamento da região há 50 milhões de anos

2010-10-26
Âmbar contém insectos intactos (Foto: Universidade de Bonn | clique para aumentar)
Âmbar contém insectos intactos (Foto: Universidade de Bonn | clique para aumentar)
A descoberta de um grande depósito de âmbar com insectos fossilizados, na Índia, pode vir a reverter a teoria de que este país foi, há 50 milhões de anos, um subcontinente insular.

Num estudo publicado na revista "Proceedings of The National Academy of Sciences", investigadores da Universidade de Bonn, na Alemanha, explicam que a biodiversidade da região não evoluiu isoladamente.

Os cientistas, liderados por Jes Rust, extraíram 136 quilos de âmbar de depósitos com 50 milhões de anos, encontrados na região de Cambay, no oeste da Índia. Conseguiram identificar um elemento químico característico da resina produzida por uma espécie de árvores tropicais da região, o que os leva a acreditar que a Índia era menos isolada do que se acreditava até agora.

Conhecer o interior da Terra numa viagem a uma mina de sal

Iniciativa da Ciência Viva decorre até sexta-feira em Loulé

2010-08-10
Mina de sal-gema em Loulé, Algarve
Mina de sal-gema em Loulé, Algarve
Ir ao interior do Planeta Terra percorrendo um caminho de 230 milhões de anos em 230 segundos é possível esta semana no Algarve, descendo o elevador da Mina de Sal-Gema de Loulé. Até sexta-feira é possível visitar as centenas de galerias e câmaras da Mina de Sal-Gema, localizada no concelho algarvio de Loulé. Todos os anos, uma equipa de 18 pessoas extrai 40 mil toneladas de sal.

Tempestade abre cratera gigante na capital da Guatemala

Geólogos acreditam que solo rico em calcário aliado a chuvas terá sido a causa do fenómeno

2010-06-02
Buraco na Cidade da Guatemala tem sessenta metros de profundidade e trinta de diâmetro
Buraco na Cidade da Guatemala tem sessenta metros de profundidade e trinta de diâmetro
O Governo da Guatemala disponibilizou esta imagem impressionante, em que se pode ver uma cratera circular de sessenta metros de profundidade que se abriu repentinamente na capital do país, apenas uma hora depois da tempestade tropical Agatha.

O buraco, com 30 metros de diâmetro, engoliu três casas e arrastou até à profundidade pelo menos duas pessoas. Um terceiro indivíduo está desaparecido há centenas de desalojados.

Vulcão da Islândia afecta saúde pública, traz perigos geológicos e confunde reactores de aviões

Investigadora do Centro de Vulcanologia explicou ao «Ciência Hoje» consequências globais e locais

2010-04-16
Por Marlene Moura
Nuvem de plumas vulcânicas (Imagem: Estação Espacial Internacional)
Nuvem de plumas vulcânicas (Imagem: Estação Espacial Internacional)
Horas de espera nos aeroportos. O caos está instalado no Norte da Europa e já começa a afectar o resto do continente. Este é o cenário mais visível como consequência da erupção do vulcão do glaciar Eyjafjllajokull, no Sul da Islândia, ocorrida há dois dias. No entanto, a actividade afecta especialmente a saúde pública e traz perigos geológicos.

Copérnico é o pai da Geologia

Estudo publicado na «Geology» atribui ciência
ao astrónomo polaco

2010-03-28
Por Marlene Moura
Copérnico foi o primeiro a pensar na Terra como planeta
Copérnico foi o primeiro a pensar na Terra como planeta
A história da Terra é longa, mas “muitos geólogos pensam na Geologia como uma ciência jovem que surgiu por volta de 1800, dois séculos após a Revolução Copérnica, em astronomia e física, é que se eleva a ciência moderna”. Dois investigadores, um português (Henrique Leitão)e um norte-americano, atribuem agora o início da viagem da Geologia como ciência a Copérnico, há mais de 500 anos, num estudo publicado na revista «Geology» – que já tem ecoado em vários meios de comunicação internacionais.

Cratera gigante descoberta no Congo

Estudo revela que terá sido provocada pelo impacto de um meteorito há 145 milhões de anos

2010-03-10
Cratera em Wembo Nyama, no Congo
Cratera em Wembo Nyama, no Congo
Uma cratera gigante foi identificada em Wembo Nyama, no Congo. Devido à desflorestação ocorrida nos últimos anos, o «buraco» com 46 quilómetros de largura tornou-se visível.

A equipa italiana de cientistas da Universidade de Pádua, que realizou o estudo, afirma que se trata de uma cratera provocada pelo impacto de um asteróide com dois quilómetros de largura, há 145 milhões de anos.

Actividade sísmica que abala o Mundo é «coincidência»

Especialista garante que não há explicação científica nem motivos para alarme

2010-03-08
Sismo de 6.0 na escala de Richter abalou hoje a Turquia <br> (Cortesia: USGS)
Sismo de 6.0 na escala de Richter abalou hoje a Turquia
(Cortesia: USGS)
Ainda esta madrugada um terramoto de grau 6.0 na escala de Richter acordou a Turquia. O Chile está devastado com o sismo de 8.8 de magnitude do mês passado. Ao violento sismo 7.0 registado em Janeiro no Haiti, soma-se um semelhante no Japão durante o mesmo mês.

A terra não tem parado de tremer mas Maria da Conceição Neves, especialista em Sismologia da Universidade do Algarve, garantiu à Lusa que a actividade sísmica que se tem registado nos últimos meses um pouco por todo o mundo é “perfeitamente normal” e uma “coincidência”.

Todas as notícias desta secção:

Cientista da UA em expedição internacional para
desvendar um dos maiores segredos geológicos da Terra (2014-05-30)

Spin-off da UMinho desenvolve novas
metodologias de detecção de rochas (2013-06-17)

Sismo abalou ligeiramente a região do Porto hoje (2013-02-13)
Nasa diz que 2012 foi um dos dez anos
mais quentes desde 1880 (2013-01-16)

A camada magnética protectora da Terra está a deteriorar-se (2012-11-07)
Desvendado mistério do OVNI do Báltico (2012-09-08)
Massa de rochas vulcânicas flutua à deriva no Oceano Pacífico (2012-08-10)
Fungos acabaram com o carvão há 300 milhões de anos (2012-06-29)
Cientista diz ter descoberto qual o vulcão que arrefeceu a Terra no século XIII (2012-06-18)
Geologia: existem 326 locais com interesse científico fundamental (2012-03-02)
Abalo no Haiti poderá ser aviso de novos tremores de terra (2012-01-27)
Magnitude sete ameaça Grande Lisboa (2012-01-13)
Galopim de Carvalho lança «Dicionário de Geologia» (2011-12-02)
Erupção vulcânica: Ilha de El Hierro em alerta amarelo (2011-10-10)
Trilobite “gigante” encontrada em Mação (2011-07-22)
Fim do oceano Atlântico já começou (2011-06-14)
UTAD tem único centro museológico científico do distrito (2011-05-18)
Geólogos internacionais investigam formações raras em Valongo (2011-05-03)
Cientistas querem chegar ao manto terrestre nos próximos dez anos (2011-04-01)
Centrais nucleares de Fukushima representam "perigo real" (2011-03-14)
Novo estudo ajuda a prever erupções vulcânicas (2011-02-27)
Um gás raro em águas antigas (2011-02-21)
Manto geológico da Península Ibérica tem 300 milhões de anos (2011-02-04)
Museu Geológico expõe últimos cem milhões de anos de Lisboa (2011-02-02)
Alentejo acolhe Centro de Estudos Geológicos e Mineiros (2011-02-02)
Ouro tem origem extraterrestre (2011-01-23)
O vulcão Etna entrou ontem em erupção na Itália (2011-01-13)
Falha desconhecida pode ter estado na origem de sismo no Haiti (2011-01-12)
Insectos fossilizados «contam» nova história geológica da Índia (2010-10-26)
Conhecer o interior da Terra numa viagem a uma mina de sal (2010-08-10)
Tempestade abre cratera gigante na capital da Guatemala (2010-06-02)
Vulcão da Islândia afecta saúde pública, traz perigos geológicos e confunde reactores de aviões (2010-04-16)
Copérnico é o pai da Geologia (2010-03-28)
Cratera gigante descoberta no Congo (2010-03-10)
Actividade sísmica que abala o Mundo é «coincidência» (2010-03-08)
(vídeo) "A estranha sensação da terra a tremer" recordada por Cláudio Sunkel (2010-03-03)
Cientistas alemães desmentem perito da NASA (2010-03-03)
Sismo no Chile terá reduzido duração de dias na Terra (2010-03-02)
Estudantes de Coimbra vestem bata de geocientistas (2010-02-26)
Geofísico cabo-verdiano desvaloriza nascimento de nova ilha (2010-02-17)
Erupção pode criar ilha e originar tsunami (2010-02-15)
Nível do mar pode crescer dois metros por século (2010-02-12)
Novos tipos de diamantes encontrados em meteorito (2010-02-05)
Sismólogo português diz que especialistas não podiam prever sismo do Haiti (2010-01-13)
Primeira missão de ciências humanas na Antárctida (2010-01-12)
Água da Terra pode ter vindo do Espaço (2009-10-29)
Sismos que orreram no Pacífico esta semana não estão relacionados (2009-10-01)
Vulcão do Pico dentro dos parâmetros da normalidade (2009-09-22)
Ilha do Pico transformada em laboratório vivo (2009-09-14)
Conferência Europeia de Geoparques (2009-09-14)
Sistema previne possível reactivação vulcânica nos Açores (2009-09-08)
Geoglifos na Amazónia podem revelar o passado dos povos da América do Sul (2009-08-09)
Centro de Vulcanologia dos Açores recebe classificação Excelente em avaliação internacional (2009-06-22)
Enigma da idade da ilha do Pico (2009-05-25)
Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros recebem comemorações do Dia Europeu dos Recursos Minerais (2009-05-11)
Arouca já é património geológico da Humanidade (2009-04-22)
Pedras parideiras «candidatam-se» à UNESCO (2008-10-13)
Geólogos querem travar a «preocupante fuga de cérebros» da CPLP (2008-10-13)
Novo ciclo geológico da Terra pode estar a começar junto à Península Ibérica (2008-07-07)
Conferência europeia sobre Mineralogia promove interdisciplinaridade (2008-05-29)
«Rocha Amiga» procura companheiros no ensino básico (2007-09-19)
Meio milhar de jovens geocientistas discute “Terras ao Sol" (2007-02-27)
Geologia leva jovens licenciados portugueses a emigrar para a Mongólia (2006-10-29)
Sentir a geologia na ponta dos dedos (2006-08-24)
Penísnula Ibérica é mais antiga do que se julgava (2006-07-29)
Vesúvio ameaça Nápoles (2006-03-07)
António Ribeiro vai ser homenageado (2005-10-25)
Adolf Seilacher destaca importância do património geológico de Idanha-a-Nova (2005-05-23)

Últimas notícias

Cunha-Vaz distinguido com Prémio Albert C. Muse

Bactéria da flora intestinal de mosquitos
pode bloquear transmissão de malária e dengue

Subvalorizar o Ébola é crime!

Pepinos do mar já podem ser produzidos em aquacultura

A Ciência na educação pré-escolar

A guerra dos espermatozóides

O Viagra protege o coração para além do quarto

Premiado dispositivo portátil
para recuperar lesões desportivas

Aí está o andarilho inteligente motorizado
com «marca» portuguesa

Ajuda de emergência para «overdoses»

Investigadores portugueses abrem novas possibilidades
no desenho de vacinas contra o cancro

Porquê eu? Muitas mulheres que vivem na pobreza
culpam os filhos e a vida amorosa

O papel dos "oásis" oceânicos nas interacções
entre organismos marinhos

Planta substituta de sal desenvolvida
em cultura in vitro por aluna da UTAD

Trabalho de investigadores da UA
cruza-se com o do Nobel da Física 2014

José Vieira da Universidade do Minho
foi eleito presidente da FEANI

Machimosaurus: o crocodilomorfo
de nove metros do Jurássico de Portugal

Investigação do IMM sobre causas e tratamento
da doença de Crohn premiada nos EUA

Jet lag prejudica funções cognitivas a curto prazo

Quando melhores descobertas ganham destaque
nas primeiras páginas dos jornais e nos telejornais

Investigadores do Porto distinguidos com prémio Grünenthal Dor

Fundação Champalimaud e governo do Rajastão
investem em clínica para o cancro

Visão sem precedentes de duzentas galáxias no Universo

Pistas para a neutralização do HIV

Homens e mulheres avaliam arte de forma diferente

Aumento do desemprego (também) pode
colocar em causa o futuro da Segurança Social

Colar os cromossomas no sítio certo

Cientista Português identifica mecanismo que evita
o suicídio celular e um potencial alvo contra o cancro

Maior painel termodinâmico do mundo é português

Jogos interactivos auxiliam vítimas de AVC