Receba as notícias:

Aluno da UC vence concurso
da Sociedade Mundial de Aquacultura

João Rito desenvolve um projecto
para utilização glicerol na dieta alimentar dos peixes

2013-04-08
Por Sara Pelicano
A ideia é reduzir em 5% (numa primeira fase) a dose de proteína na dieta alimentar de peixes de aquacultura, nomeadamente dourada, robalo e pregado. Com esta mudança alimentar, João Rito, o autor da ideia, acredita que haverá uma redução dos custos de produção e também melhorias ambientais.

Norte-americana FDA prestes a aprovar
comercialização de salmão transgénico

Peixe produzido pela Aquabounty cresce duas vezes mais rápido do que o normal

2012-12-26
Salmão trangénico e não trangénico com a mesma idade (créditos: AquaBounty)
Salmão trangénico e não trangénico com a mesma idade (créditos: AquaBounty)

A agência Food and Drug Administration (FDA), que regula e supervisiona a segurança alimentar e os medicamentos, afirmou que os salmões transgénicos, estão a ser produzidos pela empresa Aquabounty, é seguro como alimento e não causará grande impacto ambiental, abrindo assim a porta à aprovação do primeiro animal geneticamente modificado para consumo humano.

O salmão transgénico cresce duas vezes mais rápido do que o normal e os seus críticos já o baptizaram como “frankenpeixe” (alusão ao monstro de Frankenstein). Estes temem que o peixe possa causar alergias ou até dizimar a população natural de salmões se a variedade transgénica procriar na natureza. A FDA fará ainda uma consulta pública sobre o tema, mas especialistas acreditam que estas declaração foram o último passo antes da aprovação.

Fluviário de Mora com novas valências para investigação

Sala de experimentação animal de peixes é uma das primeiras do país

2011-05-26
Fluviário pretende garantir o cumprimento das regras de bem-estar animal
Fluviário pretende garantir o cumprimento das regras de bem-estar animal
Uma sala de experimentação animal de peixes, a primeira do país criada num aquário ou zoo, é inaugurada em Junho no Fluviário de Mora, para permitir trabalhos de investigação científica com organismos aquáticos. O espaço, já finalizado e licenciado, vai ser “uma das primeiras salas de experimentação no país”, sendo mesmo inovadora no que toca a “zoos e aquários” nacionais, garantiu o Fluviário de Mora.

A nova valência do equipamento alentejano envolveu um investimento inicial superior a 20 mil euros e vai dedicar-se, essencialmente, ao estudo dos peixes. O director do Fluviário de Mora, José Manuel Pinto, explicou à Agência Lusa que se trata de um espaço que vai dar “apoio operacional” ao Núcleo de Investigação Científica do equipamento.

Projecto espanhol «Campus do Mar» apresentado a universidades portuguesas

Iniciativa visa a internacionalização das actividades científicas ligadas ao mar

2010-03-25

Apresentação do «Campus do Mar» na UTAD (Eduardo Rosa, Armando Mascarenhas  e Alberto Gago)
Apresentação do «Campus do Mar» na UTAD (Eduardo Rosa, Armando Mascarenhas e Alberto Gago)
A Universidade de Vigo está a desenvolver o projecto “Campus do Mar”, que tem por objectivo potenciar o desenvolvimento científico e atingir a excelência e a internacionalização nas actividades científicas ligadas ao mar. Desta forma tem vindo a contactar e a apresentar este projecto a várias universidades portuguesas para recolher o seu apoio para o “Campus do Mar”, que envolve sete áreas de investigação e de ensino.

Parque Marinho Luiz Saldanha festeja hoje 12 anos de sucesso

Medidas de protecção estão a contribuir para a pesca sustentável

2010-10-14
 Espécies são identificadas, medidas e pesadas
Espécies são identificadas, medidas e pesadas
Doze anos depois de ter sido criado o Parque Marinho Luiz Saldanha, localizado no Parque Natural da Arrábida, o trabalho de monitorização desenvolvido e as medidas de protecção instauradas já deram frutos, havendo indícios de recuperação da fauna marinha nesta região costeira.

Este parque marinho compreende uma área de 53 quilómetros quadrados, correspondente aos 38 quilómetros de costa rochosa entre a praia da Figueirinha, na saída do estuário do Sado, e a praia da Foz, a norte do Cabo Espichel. A nível europeu, trata-se da zona mais rica no que concerne à biodiversidade, sendo conhecidas mais de mil espécies das suas fauna e flora marinhas.

Desde há doze anos que esta zona tem vindo a receber uma protecção especial, na medida em que a pesca intensiva estava a pôr em causa o valor natural desta área.

«Peixes na Nossa Floresta»

Novo módulo de aquários para defesa
da biodiversidade

2010-02-15

Visita de Cavaco Silva ao CCVF
Visita de Cavaco Silva ao CCVF
No arranque do ano 2010, Ano Internacional da Biodiversidade, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), conjuntamente com a Escola Superior Agrária de Castelo Branco (ESACB) e o Centro de Ciência Viva da Floresta de Proença-a-Nova (CCVF), concebeu e implementou um módulo de três aquários designado por “Peixes na Nossa Floresta”, instalado neste Centro de Ciência Viva.

Este novo módulo de aquários visa divulgar as espécies piscícolas de água doce, alertar para os problemas da introdução de espécies exóticas invasivas e sensibilizar as crianças e adultos para os problemas de poluição da água e ainda preservação da biodiversidade, entre outros.

Pólo dedicado aos peixes do rio Guadiana vai ser criado em Mértola

2010-02-10

Mértola é uma vila localizada na margem do Guadiana
Mértola é uma vila localizada na margem do Guadiana
Mértola vai acolher o Pólo Ictiológico do Guadiana, onde serão expostas e estudadas espécies piscícolas originárias daquele rio, algumas em risco de extinção, nomeadamente o saramugo, e outras que não são detectadas há dezenas de anos no rio, como o esturjão.

Este pólo dedicado ao estudo dos peixes está a ser promovido pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) , tendo como parceiros o Município de Mértola e a empresa gestora do Alqueva (EDIA), e a previsão  dos seus responsáveis é que entre em funcionamento já no próximo ano.

Aquacultura extensiva e semi-intensiva em Portugal

SEACASE revela resultados dos seus planos
de trabalho a 19 de Janeiro

2009-12-21
Por Carla Sofia Flores
O projecto SEACASE, promotor da sustentabilidade dos sistemas de aquacultura no Sul da Europa, vai realizar um Workshop Nacional a 19 de Janeiro, que visa revelar os resultados dos seus planos de trabalho.

Dedicado ao tema “Aquacultura extensiva e semi-intensiva – policultivo, o caso de estudo português”, este workshop incidirá sobre o que foi “desenvolvido em Portugal nos vários casos de estudo que fizeram parte do projecto, e na sua avaliação socioeconómica”, adiantou ao Ciência Hoje Maria Teresa Dinis, coordenadora científica do referido projecto.

Recifes naturais vão revitalizar a pesca na Nazaré

Candidatura já foi aprovada

2009-12-16
Jorge Barroso
Jorge Barroso
A candidatura para a instalação de recifes artificiais no mar ao largo da Nazaré foi aprovada, revelou ontem o presidente da Câmara Municipal local, considerando que o investimento vai permitir revitalizar a pesca na região.

"O objectivo é potenciar a pesca costeira artesanal", referiu Jorge Barroso, adiantando que o investimento, de 1,6 milhões de euros, tem uma comparticipação de fundos comunitários de 75 por cento. O autarca esclareceu que o início dos trabalhos, já adjudicados, está agora dependente do visto do Tribunal de Contas, acreditando que a obra estará concluída no próximo ano.

Região Norte e Galiza debatem problemas da Bacia do Rio Minho

2009-04-15
Pressões e impactos a que a Bacia está sujeita em discussão
Pressões e impactos a que a Bacia está sujeita em discussão
A Administração da Região Hidrográfica do Norte, I.P. e a Confederación Hidrográfica del Miño-Sil promovem hoje a primeira sessão pública sobre as Questões Significativas da Gestão da Água na Região Hidrográfica do Minho e Lima.

O encontro luso-espanhol, que se realiza em Tui, no Salón de Plenos del Concello, e que tem início marcado para as 11h (10h locais), tem como objectivo debater e analisar as principais pressões e impactos a que a Bacia Internacional do Rio Minho está sujeita.

Homens pedem cada vez mais licença de paternidade

Em quatro anos, apenas 1.793 homens pediram licença de paternidade para substituir a mãe nos cuidados à criança após o nascimento. Há um crescimento anual, mas ainda fica aquém do que é considerado ideal.

Paulistinhas transgénicos contra a poluição

Mudam de côr conforme o elemento poluente

2006-03-29
Por Por Ricardo Gandara Crede*
Paulistinhas antes de modificados
Paulistinhas antes de modificados

O Brachydanio rerio, ou simplesmente Danio rerio, é um peixe asiático originário de Bengala muito comercializado e conhecido pelos aquaristas brasileiros com o nome de paulistinha. Para os cientistas de todo o mundo, este peixinho de cinco centímetros de comprimento é mais conhecido pelo seu nome em inglês, “Zebra Fish”, sendo utilizado para pesquisas tanto na área de genética quanto em testes de pureza da água.

Mas a grande novidade em relação ao paulistinha vem de Singapura, mais precisamente do departamento de ciências biológicas da NUS (National University of Singapore), onde os pesquisadores estão trabalhando num projecto de desenvolvimento de paulistinhas transgénicos. A idéia é produzir peixes modificados geneticamente capazes de indicar se a água em que se encontram está ou não contaminada por poluentes.

* Ricardo Gandara Crede, biólogo, é membro do NJR-ECA/USP, pelo qual se tornou especialista em divulgação científica. É também consultor em ciências biológicas e especialista em gestão ambiental (MBA).

8º Congresso da Água começou hoje

É organizado por docentes da FCTUC

2006-03-13
Decorrendo este ano na foz do maior rio integralmente gerado em território nacional, o Mondego, e num ponto de transição das águas fluviais para as marítimas, o “8º Congresso da Água” é um espaço privilegiado para divulgar e debater os temas e problemáticas associados aos recursos hídricos junto de investigadores, técnicos, gestores e decisores a operar naquele que é, afinal, o mundo de todos: o mundo da água. Entre hoje e a próxima sexta-feira, o Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz irá acolher a edição deste ano do Congresso da Água, organizada por um grupo de docentes da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra – no âmbito da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos – e subordinada ao tema “Água, sede de sustentabilidade!”

Pesquisadores apresentam programa Água Doce

Luiz Carlos Hermes coordena projecto

2006-03-07
Por Por Cristina Tordin
Pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente, da Embrapa Semi-Árido e técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente reúnem-se, no próximo dia 17 de Março, na Embrapa Semi-Árido, para analisar os sistemas de produção propostos para o manejo sustentável de águas residuais de dessalinizadores e as áreas experimentais para a implantação do Programa Água Doce.

Pesquisa da qualidade da água em pesqueiros

Mariana Pinheiro da Silveira aposta na criação de metodologias

2005-11-24
Por Por Cristina Tordin
Pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, desenvolvem o Projecto Ecopeixe com o objectivo de auxiliar no desenvolvimento de sistemas de gestão ambiental. O estudo seleccionou alguns pesqueiros no interior de São Paulo e iniciou um estudo relativo a Boas Práticas de Manejo (BPMs), isto é, técnicas que irão prevenir e reduzir os impactos ambientais sobre os ecossistemas aquáticos. O objectivo, explica Mariana Pinheiro da Silveira, pesquisadora que integra a equipa, é criar metodologias que reduzam os resíduos gerados pelas pisciculturas e, consequentemente, o impacto no meio ambiente.

Embrapa estuda gestão ambiental na Barra do Rio Mamanguape

2005-06-05
Por Por Cristina Tordin (na foto)
Pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP), unidade da
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em parceria com o Instituto
Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
(Ibama-PB), desenvolvem estudos de gestão ambiental de estabelecimentos
rurais na Área de Protecção Ambiental da Barra do Rio Mamanguape (PB),
como instrumento para realização do plano de manejo desta unidade, em
projecto financiado pelo Conselho Brasileiro de Desenvolvimento
Científico e Tecnológico (CNPq).

Últimas notícias

Utilizar Software de Código Aberto
permitiria ao Estado poupar milhões de euros

Trás-os-Montes apresentou no MInho cremes inovadores
que ajudam no tratamento de queimaduras, feridas profundas e psoríase

Sistema reduz de meses para dias o tempo necessário
para os cientistas testarem hipóteses

Empresa tecnológica de Braga serve milhões de pessoas

Investigadores de Coimbra avançam na luta
contra a febre da carraça e tifo epidémico

Uma «estranha» forma de atracção

A tinta que «pinta» a energia da luz solar em energia eléctrica

Amamentar diminui o risco de depressão pós-parto

Portugueses do IMM abrem caminho
a nova terapêutica para leucemia pediátrica

Quando o chichi «dá» luz!

Menos nicotina não quer dizer mais cigarros

Não-me-esqueças, a planta rara redescoberta no Corvo

Da felicidade à dor: entender a função da serotonina

Treinar o cérebro para melhorar a capacidade mulitarefa

Historiadores de linguística de todo o Mundo
reúnem-se na UTAD

A espantosa capacidade de regeneração do pâncreas

Ébola não é porventura tão temível como a gripe

Bloquear os canais de potássio pode salvar vidas

Técnicas de meditação associadas ao budismo tibetano
podem melhorar o desempenho do cérebro

O meu automóvel conduz, estaciona e recarrega-se sozinho

Congresso Mundial de Investigação marinha
no Oceanário de Lisboa

Iraniana é a primeira mulher
a ser distinguida com o «Nobel» da Matemática

Alunos da UMinho desenvolvem protótipos todo-o-terreno

Todos pela Antártida

A Roseta foi ao cometa

Concelhos despovoados e com poucos bombeiros
são os mais atingidos pelos fogos

As barreiras dos serviços de saúde
que afectam os imigrantes

As barreiras dos serviços de saúde que afectam os imigrantes

“La réalité n’existe pas”

Como os mamíferos e as moscas se alimentam:
semelhanças surpreendentes