Receba as notícias:

EUREKA! Uma Viagem ao Mundo da Física

Espectáculo de teatro para a infância estreou ontem em Coimbra

2005-11-20

Eureka – Uma Viagem ao Mundo da Física é um espectáculo de âmbito multidisciplinar, baseado nas linguagens do Clown, do gesto, da música, da onomatopeia, do malabarismo... Integrada nas comemorações do Ano Internacional da Física, a iniciativa é uma co-produção da Companhia Encerrado para Obras e do Museu de Física da Universidade de Coimbra. Alicerçado num discurso simples e dinâmico, o espectáculo pretende despertar a curiosidade para algumas das leis básicas da Física, que regem o nosso Cosmos. Se a terra é redonda e roda sobre si - própria, porque é que não caímos nem ficamos de pernas para o ar? o que é a música? Existe mesmo um tesouro na ponta do arco-íris? São apenas alguns dos mistérios por revelar...

O espectáculo estreou ontem no Anfiteatro do Museu, pelas 21h30min, e irá permanecer neste espaço para grupos escolares e público em geral até final do mês de Fevereiro de 2006.

Sinopse

Num one-man-show de aproximadamente 45 minutos, o actor/músico David Cruz incarna a pele do Sr. Eureka, empregado de limpeza por conta própria. Um belo dia o Sr.Eureka é contratado para limpar a casa do famoso físico Alberto Maçanov. Porém, ao chegar ao local, o nosso herói dá de caras com um montão de objectos insólitos, e não resiste à tentação de saber para que servem. De forma insuspeita, o Sr. Eureka embarca então numa fantástica viagem ao mundo da Física...

Local:

 Anfiteatro do Museu de Física da Universidade de Coimbra.

Espectáculos para grupos escolares

Segunda a sexta, pelas 10h30min e 14h30min, entre 21 de Novembro e 9 de Dezembro 2005, e entre 4 de Janeiro e 24 de Fevereiro de 2006.

Espectáculos para público em geral:

Aos sábados, pelas 16h00 e 21h30, entre 19 de Novembro e 10 de Dezembro de 2005, e entre 7 de Janeiro e 25 de Fevereiro de 2006. Reservas para grupos escolares (Museu de Física):

239 410 602 / 239 410 672 / museufisica@ci.uc.pt

Informações Encerrado para Obras

239 704239 / 96 4271279 / encerradoparaobras@clix.pt

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Duarte Nuno Vieira preside a rede ibero-americana

Práticas de Intraempreendedorismo
nos Arquivos Municipais Portugueses

Jogo online previne violência no namoro entre adolescentes

Criança de cinco anos infectada por HIV
manteve-se saudável

A Expressão das Emoções
nova peça de teatro pela Marionet

Nanocatalisadores de carbono
ajudam a tratar águas residuais

Investigadores da UC mostram o valor da floresta
mediterrânica com filme de animação

Homens ou mulheres? Quem corre mais riscos
de violência verbal no local de trabalho?

Investigador do IA é um dos vencedores dos Prémios Breakthrough 2015

Qual é a melhor iluminação para a sua casa?

Cyberbullying: retrato de um fenómeno
em expansão silenciosa

Centro de Investigação da Montanha distinguido
em cooperação internacional

Investigação europeia em oftalmologia
coordenada em Portugal

Portugal lidera detecção inédita na atmosfera de Vénus

Modelos matemáticos desenvolvidos na UA
preveem gravidade de acidentes de viação

Mosca-da-azeitona pode ser combatida
de forma rápida, barata e eficaz

Já é possível «ouvir» o coração da mãe
e do bebé ao mesmo tempo

Áreas menos desenvolvidas penalizadas
na agenda política de saúde

Foi com uma grande alegria que vi o nome de Teresa Teixeira!

Teresa Teixeira nomeada hoje
EMBO Young Investigator

Investigador mexicano desenvolve software
que “prevê” ocorrências cardíacas

UTAD aposta no combate ao abandono escolar

ESAN quer ser referência em fabrico aditivo rápido

Um neurónio, uma função? Afinal o cérebro faz multitasking!

Consegue seguir o ritmo?

De como bem aprender uma sequência de dança

As crianças devem ir a pé para a escola

Investigadores da UC desenvolvem
guia inteligente de apoio a cegos

O nariz delas é melhor do que o deles

De como a realidade virtual pode «medir»
os delinquentes sexuais