Receba as notícias:

EUREKA! Uma Viagem ao Mundo da Física

Espectáculo de teatro para a infância estreou ontem em Coimbra

2005-11-20

Eureka – Uma Viagem ao Mundo da Física é um espectáculo de âmbito multidisciplinar, baseado nas linguagens do Clown, do gesto, da música, da onomatopeia, do malabarismo... Integrada nas comemorações do Ano Internacional da Física, a iniciativa é uma co-produção da Companhia Encerrado para Obras e do Museu de Física da Universidade de Coimbra. Alicerçado num discurso simples e dinâmico, o espectáculo pretende despertar a curiosidade para algumas das leis básicas da Física, que regem o nosso Cosmos. Se a terra é redonda e roda sobre si - própria, porque é que não caímos nem ficamos de pernas para o ar? o que é a música? Existe mesmo um tesouro na ponta do arco-íris? São apenas alguns dos mistérios por revelar...

O espectáculo estreou ontem no Anfiteatro do Museu, pelas 21h30min, e irá permanecer neste espaço para grupos escolares e público em geral até final do mês de Fevereiro de 2006.

Sinopse

Num one-man-show de aproximadamente 45 minutos, o actor/músico David Cruz incarna a pele do Sr. Eureka, empregado de limpeza por conta própria. Um belo dia o Sr.Eureka é contratado para limpar a casa do famoso físico Alberto Maçanov. Porém, ao chegar ao local, o nosso herói dá de caras com um montão de objectos insólitos, e não resiste à tentação de saber para que servem. De forma insuspeita, o Sr. Eureka embarca então numa fantástica viagem ao mundo da Física...

Local:

 Anfiteatro do Museu de Física da Universidade de Coimbra.

Espectáculos para grupos escolares

Segunda a sexta, pelas 10h30min e 14h30min, entre 21 de Novembro e 9 de Dezembro 2005, e entre 4 de Janeiro e 24 de Fevereiro de 2006.

Espectáculos para público em geral:

Aos sábados, pelas 16h00 e 21h30, entre 19 de Novembro e 10 de Dezembro de 2005, e entre 7 de Janeiro e 25 de Fevereiro de 2006. Reservas para grupos escolares (Museu de Física):

239 410 602 / 239 410 672 / museufisica@ci.uc.pt

Informações Encerrado para Obras

239 704239 / 96 4271279 / encerradoparaobras@clix.pt

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Cientistas portugueses revelam estratégia
para gerar células sensoriais ciliadas

Células estaminais neurais diminuem
no envelhecimento e na lesão cerebral

HÁ UM HOMEM DE CERTA IDADE
QUE CONTROLA ISTO TUDO

Google financia investigação da Universidade de Coimbra

Santuário de pesca no Índico concilia
conservação e alívio da pobreza

Mais quatro cientistas portugueses escolhidos para a EMBO

Endoscopia em 2035: Que futuro antecipar?

“Login, logo existo?”

MORREU MARIANO GAGO

Siemens desenvolve sistema de sensores
que facilita o estacionamento nas cidades

Artista português e cientista da Harvard Medical School
criam escultura inspirada na biologia celular

Quais as principais características
nutricionais e funcionais da bolota?

UBI acelera processo na luta contra o cancro

Coimbra estuda dieta das aves das Galápagos

Olfacto humano ajuda a desvendar crimes violentos

Aluno da FCUL cria barómetro de eficiência energética

UA desenvolve tecnologia para armazenar
e dar mobilidade à eletricidade

Industrialização e “conjuntos sociotecnológicos”
– o caso dos laticínios açorianos

No more bleeding for “iron overload” patients?

Coimbra dá importante contributo
para aplicação da terapia génica

Estudo inédito do sofrimento na deficiência visual
vale nota 20 a aluna quase cega

Prémio Terre de Femmes para bióloga da UA

Encontrado o gene responsável
pela reacção das plantas ao toque

Dores nas costas e hérnias discais

Investigação sobre Cancro, AVC e descontaminação da água
por medicamentos distingue jovens investigadoras

UTAD investiga valor nutricional do leite de golfinhos

Terapia amiga do ambiente descontamina
águas das pisciculturas

Portas abertas para novos tratamentos
para a artrite reumatóide

Gosta de merujes? Vão aparecer na sua mesa!

Estudantes de medicina apostam
na formação científica e humana