Receba as notícias:

Diversidade étnica no ensino básico promove harmonia

2008-07-24
Estudo mostra que atitude integracionista ajuda as crianças
Estudo mostra que atitude integracionista ajuda as crianças
A composição étnica das escolas básicas tem impacto directo nas atitudes das crianças para com etnias diferentes e na sua capacidade de se darem bem com os colegas, conclui um estudo britânico hoje divulgado.

A investigação durou um ano, com três séries de entrevistas feitas com seis meses de intervalo em 20 escolas básicas em Sussex e Kent, nas quais também participaram professores. No total, o estudo envolveu 398 crianças, das quais 218 pertencentes a minorias étnicas, sendo a maioria de origem indiana e variando a composição étnica das escolas entre 02 por cento e 63 por cento.

Sublinhando os desafios enfrentados pelos filhos de imigrantes, o estudo mostra também que os alunos de escolas com maior diversidade étnica têm menos problemas de relacionamento com os colegas e menos preconceitos dos que os de escolas de composição mais homogénea.

As entrevistas dos investigadores das universidades de Sussex e Kent às crianças de grupos étnicos minoritários incidiram sobre as suas atitudes em relação a si próprios, à herança e à cultura, e ao relacionamento com os colegas.

Os resultados indicam que a grande maioria dos filhos de famílias de imigrantes quer manter a sua identidade étnica, incluindo a língua e os costumes religiosos, mas está ao mesmo tempo disponível para assimilar as práticas e os valores da sociedade anfitriã.

Esta preferência, conhecida como orientação integracionista, é já clara em crianças com apenas cinco anos, mas é ainda mais marcada nos grupos de mais idade (8-11 anos). O estudo mostra que esta atitude integracionista ajuda as crianças tanto emocionalmente como socialmente.

Grupos minoritários com auto-estima mais baixa

No início do estudo, os investigadores observaram que as crianças de grupos minoritários, em particular de famílias de imigrantes de primeira geração, tinham em geral auto-estima mais baixa e eram menos bem aceites pelos colegas ingleses brancos. Porém, entrevistadas 06 a 12 meses depois, as dotadas de orientação integracionista mostraram melhorias significativas nas duas vertentes.

Por outro lado, as crianças com esta orientação, em especial as de primeira geração de imigrantes, são mais susceptíveis de revelar sintomas de ansiedade social do que as mais centradas nas suas heranças culturais, que são também mais envolvidas em incidentes de discriminação racial.

Estes efeitos adversos são menos comuns em filhos de imigrantes de escolas com um nível relativamente elevado de diversidade cultural do que nos de escolas com proporção mais baixa de minorias étnicas.

"Quando a proporção de crianças de minorias étnicas nas escolas é superior a 20 por cento, constatámos que tanto as crianças de minorias étnicas como as crianças da maioria tendem a ter auto-estima mais alta que as crianças em geral têm mais amizades com crianças de outros grupos étnicos, e que ocorreram menos problemas de relacionamento, como o bullying", afirmou Rupert Brown, principal autor do estudo.

Teresa Leite
2008-07-25
08:20
Um estudo que seria interessante fazer em Portugal com a diversidade de etnias que actualmente existe nas nossas escolas. Fazer um estudo por grupos e/ou por escolas.
O estudo aqui relatado pareceu-me que se refere a uma predominância de crianças indianas, portanto um estudo não tâo abrangente como poderá acontecer em Portugal.
H. Carmona da Mota
2008-07-25
10:28
Era de esperar que assim fosse; é desse modo que todas as crianças adoptam os valores sociais -- os da família, primeiro; os da escola, depois, integrando-os.
Não li o artigo original pelo que questiono o título do artigo: "Diversidade étnica no ensino básico promove harmonia".
Promove ou está associado ? É de esperar que os pais evitem escolas onde não houver harmonia.
marcelo
2009-08-20
21:32
esse texto mostra como e mais omenos a diversidades etinica cultural erasial nas escolas mostra tambem o preconceito e muitas outras coisas
thais
2009-09-03
19:27
gostei muito desse site,pois achei o que eu queria...

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Eco Camp revela cidade completamente sustentável

Esperança média de vida mundial
cresce seis anos mas com pior saúde

Implicações da expansão do Canal de Suez
na biodiversidade marinha do Mediterrâneo

Vacina universal contra a gripe
pode estar mais perto de ser desenvolvida

UTAD aposta em “jardins terapêuticos”

Café ajuda no combate ao cancro do cólon

Em busca da matéria escura

Trabalhar em demasia potencia risco de AVC

Cigarro electrónico é menos nocivo do que o normal

Já pode consultar estado dos incêndios em tempo real

Doutorando português vence prémio internacional

OMS cria em Macau centro de cooperação
para a medicina tradicional chinesa

Inadequação social, desemprego e problemas financeiros
«ajudam» a manter consumo de drogas

Brasil poderá ter vacina contra dengue em 2018

Médico português cria ‘app’ para diagnosticar
doenças sexuais masculinas

Português recebe prémio de melhor tese
de doutoramento do Mundo

Cientista português participa em estudo que revela
perturbações idênticas às da esquizofrenia e autismo

Brasil constrói laboratório de combate à tuberculose
em São Tomé e Príncipe

Docente da Universidade de Coimbra
preside a rede europeia

Fórum Económico Mundial destaca start-up da UMinho

Campanha de vacinação em Timor-Leste
beneficia mais de 93% das criança por cento

Suplemento alimentar para vacas leiteiras
reduz emissões de metano

Como proliferam as células dos vasos sanguíneos
em redor de um tumor

Sistema híbrido à base de hidrogel
«ataca» cancro da próstata

Insecto vai atacar uma das piores plantas invasoras em Portugal

Português na descoberta de que redução de enzima
na doença de Parkinson abre portas a novos tratamentos

Viagem aos primórdios portugueses do darwinismo social

Mais de 500 genes podem afectar a audição

Descoberto mecanismo que permite à melatonina
combater células cancerígenas

Da eficácia do exercício físico no tratamento das depressões