Receba as notícias:

Universidade de Madeira promove curso de Nanoquímica com especialista finlandês

Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä, é o convidado da segunda edição da «Nanoschool»

2009-10-06
Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä
Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä
O finlandês Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä, é o convidado especial da segunda edição da «Nanoschool», a realizar entre 12 e 15 de Outubro na Universidade da Madeira. Investigador especializado em dendrímeros e condutores moleculares, Rissanen exerce a Cátedra de Química Orgânica.

Em conversa com Ciência Hoje, João Rodrigues, coordenador científico do Centro de Química, explicou que o curso surge da vontade de “todos os anos se reforçar a formação das áreas complementares do curso de Química”.
Vocacionado para investigadores do Departamento de Química da Universidade da Madeira, este curso, intitulado «Química Supramolecular e Nanoquímica», está também aberto a alunos do Mestrado em Bioquímica Aplicada e aos alunos do terceiro ano da Licenciatura em Bioquímica. 

A investigação na área da nanoquímica, explica João Rodrigues, tem um papel fundamental “para áreas como a Medicina, a óptica não linear e a nano-electrónica”. Os químicos “trabalham com moléculas e átomos”. Esta área de estudo relativamente recente, estuda “as propriedades únicas que possuem os materiais à escala nano (10 elevado a menos 9) e que se diferenciam dos materiais da escala macro”.

João Rodrigues
João Rodrigues
No âmbito do curso, Kari Rissanen vai apresentar ainda uma palestra, aberta ao público em geral, dia 14, intitulada «Funções Químicas à escala Nano», onde vai apresentar dois artigos seus publicados na revista «Science».

O professor Kari Rissanen mantém relações com esta universidade há já alguns anos. “Desde 2003 que tem orientado mestrados nesta área, deslocando-se à nossa universidade de dois em dois anos”.

João Rodrigues espera obter o sucesso da edição anterior, que teve como convidada Luísa De Cola, professora visitante da Universidade de Twente, Harvard e UCLA e responsável pela disciplina de nanoelectrónica e nanofotónica na Universidade de Münster.

Tal como no ano anterior, o curso é gratuito, característica que se vai tentar manter nos próximos anos.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Duarte Nuno Vieira preside a rede ibero-americana

Práticas de Intraempreendedorismo
nos Arquivos Municipais Portugueses

Jogo online previne violência no namoro entre adolescentes

Criança de cinco anos infectada por HIV
manteve-se saudável

A Expressão das Emoções
nova peça de teatro pela Marionet

Nanocatalisadores de carbono
ajudam a tratar águas residuais

Investigadores da UC mostram o valor da floresta
mediterrânica com filme de animação

Homens ou mulheres? Quem corre mais riscos
de violência verbal no local de trabalho?

Investigador do IA é um dos vencedores dos Prémios Breakthrough 2015

Qual é a melhor iluminação para a sua casa?

Cyberbullying: retrato de um fenómeno
em expansão silenciosa

Centro de Investigação da Montanha distinguido
em cooperação internacional

Investigação europeia em oftalmologia
coordenada em Portugal

Portugal lidera detecção inédita na atmosfera de Vénus

Modelos matemáticos desenvolvidos na UA
preveem gravidade de acidentes de viação

Mosca-da-azeitona pode ser combatida
de forma rápida, barata e eficaz

Já é possível «ouvir» o coração da mãe
e do bebé ao mesmo tempo

Áreas menos desenvolvidas penalizadas
na agenda política de saúde

Foi com uma grande alegria que vi o nome de Teresa Teixeira!

Teresa Teixeira nomeada hoje
EMBO Young Investigator

Investigador mexicano desenvolve software
que “prevê” ocorrências cardíacas

UTAD aposta no combate ao abandono escolar

ESAN quer ser referência em fabrico aditivo rápido

Um neurónio, uma função? Afinal o cérebro faz multitasking!

Consegue seguir o ritmo?

De como bem aprender uma sequência de dança

As crianças devem ir a pé para a escola

Investigadores da UC desenvolvem
guia inteligente de apoio a cegos

O nariz delas é melhor do que o deles

De como a realidade virtual pode «medir»
os delinquentes sexuais