Receba as notícias:

Universidade de Madeira promove curso de Nanoquímica com especialista finlandês

Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä, é o convidado da segunda edição da «Nanoschool»

2009-10-06
Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä
Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä
O finlandês Kari Rissanen, da Universidade de Jyväskylä, é o convidado especial da segunda edição da «Nanoschool», a realizar entre 12 e 15 de Outubro na Universidade da Madeira. Investigador especializado em dendrímeros e condutores moleculares, Rissanen exerce a Cátedra de Química Orgânica.

Em conversa com Ciência Hoje, João Rodrigues, coordenador científico do Centro de Química, explicou que o curso surge da vontade de “todos os anos se reforçar a formação das áreas complementares do curso de Química”.
Vocacionado para investigadores do Departamento de Química da Universidade da Madeira, este curso, intitulado «Química Supramolecular e Nanoquímica», está também aberto a alunos do Mestrado em Bioquímica Aplicada e aos alunos do terceiro ano da Licenciatura em Bioquímica. 

A investigação na área da nanoquímica, explica João Rodrigues, tem um papel fundamental “para áreas como a Medicina, a óptica não linear e a nano-electrónica”. Os químicos “trabalham com moléculas e átomos”. Esta área de estudo relativamente recente, estuda “as propriedades únicas que possuem os materiais à escala nano (10 elevado a menos 9) e que se diferenciam dos materiais da escala macro”.

João Rodrigues
João Rodrigues
No âmbito do curso, Kari Rissanen vai apresentar ainda uma palestra, aberta ao público em geral, dia 14, intitulada «Funções Químicas à escala Nano», onde vai apresentar dois artigos seus publicados na revista «Science».

O professor Kari Rissanen mantém relações com esta universidade há já alguns anos. “Desde 2003 que tem orientado mestrados nesta área, deslocando-se à nossa universidade de dois em dois anos”.

João Rodrigues espera obter o sucesso da edição anterior, que teve como convidada Luísa De Cola, professora visitante da Universidade de Twente, Harvard e UCLA e responsável pela disciplina de nanoelectrónica e nanofotónica na Universidade de Münster.

Tal como no ano anterior, o curso é gratuito, característica que se vai tentar manter nos próximos anos.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Um Nobel de medicina que nem medicina sabe

Menopausa e a osteoporose: estudo premeia
investigadora de Coimbra

A revolução dos filmes de cristais líquidos

Abutre-preto volta ao Alentejo 40 anos depois

Grafeno mais sílica: a revolução
da indústria tecnológica do futuro

De como um smartphone pode controlar
a qualidade dos óleos de fritar

Cátedra do Real Madrid aprova projecto que envolve
a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

António Damásio profere conferência no Porto

Investigadora portuguesa revela novo método
de detecção precoce de cancro do pâncreas

Universidade da Beira Interior
com avanços no cancro da próstata

Investigadores portugueses distinguidos
por avanços na área da dor

Identidade, valores, modernidade: o meu livro
sobre o pensamento de Onésimo Teotónio Almeida

Nanopartícula entrega moléculas terapêuticas
a tumores cerebrais malignos

Portugal conquista prémio europeu
de conservação da natureza

E se lhe oferecerem um chão inteligente?

Plantas portuguesas dão origem a infusões de qualidade premium

CR7 já não é uma estrela! É uma galáxia!

EGO em Aveiro: uma peça do inventor da pílula

Estrutura social é importante na conservação de espécies

Philae acordou e mandou notícias

Coimbra indica nova direcção para o tratamento
dos vários tipos de cancro

Aveiro cria o anjo da guarda dos condutores

Cientista português financiado por March of Dimes
para estudar malária durante a gravidez

Barcelona cria sistema para avaliação cognitiva
de trabalhadores com deficiência cognitiva

José Carlos Príncipe: inovação e ciência
ao serviço das empresas

Dar uma mão ou uma pata
o que nos leva a ajudar os outros?

Metodologia inovadora no diagnóstico
e tratamento do cancro da mama

Cafeína é eficaz no combate à depressão
revela estudo internacional liderado pela UC

A cultura portuguesa e a cultura das ciências

Um olhar sobre o futuro do sistema
da “revisão por pares” na academia