Receba as notícias:

Turismo ciclável em Portugal

Autarquias e UA apresentam o projecto «Cicloria»

2009-10-21
Turismo ciclável: Mobiliza visitantes e turistas
Turismo ciclável: Mobiliza visitantes e turistas
Para marcar o arranque do projecto «Cicloria», em Portugal, diferentes autarquias, em parceria com a Universidade de Aveiro (UA), decidiram organizar a conferência sobre «O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal», no próximo dia 6 de Novembro, em Aveiro.

O conceito de turismo ciclável tem vindo a desenvolver-se de uma forma organizada e sistemática em vários países (designadamente Austrália, Nova Zelândia, Suíça, Reino Unido e Espanha) com impactos significativos do ponto de vista económico, social e ambiental.
Trata-se de uma actividade que mobiliza visitantes e turistas que se deslocam de bicicleta, em férias ou em lazer, planeada de forma independente ou fazendo parte de viagens organizadas e que pode incluir o uso de outros serviços de transporte e um tipo de alojamento formal ou informal.

Um Estudo recente da Comissão Europeia sobre o impacto económico do turismo ciclável a nível europeu (The European Cycle Route Network Eurovelo – Challenges and Opportunities for Sustainable Tourism, 2009), apresentado em Bruxelas, conclui que atinge, actualmente, 2.8 mil milhões de viagens por ano, 26 milhões de viagens de turismo e representa um valor de 54 mil milhões de euros por ano.

Haverá a criação de uma rede de ciclovias
Haverá a criação de uma rede de ciclovias
O mesmo estudo estima que o valor da Rede Europeia de Ciclovias - EuroVelo (constituída por 12 eixos transcontinentais e totalizando 66 mil quilómetros, 75 por cento já construídos - atinja já 12.5 milhões de viajantes, com um impacto económico de 4.4 mil milhões de euros.

A EuroVelo foi pensada com o objectivo de criar uma rede de ciclovias de elevada qualidade ligando todos os países europeus, podendo ser fruída por utilizadores de grandes distâncias ou diários. Para fazer parte desta rede é fundamental que sejam seguras e contínuas, o ambiente rural envolvente seja agradável e amigável do utilizador, exista uma clara e precisa sinalização, alojamento de qualidade e hospitalidade nas rotas cicláveis, serviços de apoio e adequada informação.

Projecto Cicloria

O governo português aprovou, recentemente, o projecto «Cicloria», com um investimento de um milhão de euros numa iniciativa promovida pelas autarquias da Murtosa, Ovar e Estarreja e pela UA.

Desenvolvido no âmbito de uma candidatura ao POVT - Eixo IX – Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano - Acessibilidade e Mobilidade Urbana, a grande motivação é o lazer e turismo na região da Ria de Aveiro.
O turismo ciclável tem vindo a desenvolver-se
O turismo ciclável tem vindo a desenvolver-se
Pretende-se, com este projecto, criar uma rede de ciclovias na envolvente à Ria de Aveiro apoiada num conjunto de acções de animação dos percursos cicláveis, através da organização, disponibilização e valorização do conhecimento sobre o património cultural, construído e natural da região que os agentes locais e os investigadores da Universidade de Aveiro dispõem.

Várias empresas do sector serão convidadas a participar no fornecimento das bicicletas e equipamentos de apoio e poderão até surgir no âmbito de iniciativas de empreendedorismo para prestar outros serviços (oficinas, guias de natureza e animação cultural).

A integração da temática da mobilidade nos curricula das escolas, irá contribuir para estimular os alunos a irem de bicicleta para a escola e a descoberta ciclável do meio onde vivem.

Segundo a organização, “existe a convicção que este novo enfoque poderá, em larga escala, beneficiar a economia, através da criação de emprego e o aumento das actividades ligadas ao turismo, e o ambiente, através da criação de actividades “low carbon” – uma aposta chave face à crise actual”.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Scientists discovered a new player in mental diseases

Insucesso Escolar e competências transversais:
uma forma alternativa de observar o problema…

Investigador do IPLeiria distinguido nos EUA
na área da Biomecânica do Desporto

Luísa «lança-se» aos mares
e «deixa» a esclerose em terra

«Importa perceber o grau
de literacia científica do ilustrador

As mulheres ainda preferem o parto natural

Portugal acolhe o maior Congresso Europeu sobre a China

Cegonhas «contra» nova directiva Europeia

Associação Portuguesa de Estudos Franceses
recebe Prémio Hervé Deluen

Reclusos de Castelo Branco vão ver o sol
(não aos quadradinhos)

Fernando Pestana da Costa eleito presidente da SPM

Hortas urbanas têm solos com excesso de metais pesados

Coimbra cria programa pioneiro para a infertilidade

Jovem português «bronzeia-se» na Física

Aditivos alimentares sintéticos e naturais:
quem vai ganhar a «guerra»?

Qual é o número de moléculas dentro de células?

CESPU e Universidade de Barcelona
juntas no ensino da saúde

João Ramalho- Santos lidera CNC

GILEAD SCIENCES apoia projectos científicos
com 200 mil euros

Marta Catarino é vice-presidente da associação europeia
de transferência de conhecimento

Dr. ROAD – o “médico” das estradas - nasce em Coimbra

Um «osso» para a cabeça? Uma porta para o carro?
Uma peça para uma aeronave? É para já!

Livro ensina pais a alimentarem crianças

Investigadores do Porto distinguidos
com Prémio Grünenthal Dor

Portugueses conquistam duplo bronze
nas Olimpíadas Internacionais de Biologia

Rui Costa vence mais um prémio internacional

Quando a matemática «joga» rugby

UTAD valoriza da Dieta Mediterrânica

Vem aí o Aquila, o Fórmula 1
da Universidade de Aveiro

Computadores «aprendem» português em Coimbra