Receba as notcias:

Pesca no fim da linha

Documentrio the end of the line estreia dia 16 de Novembro

2009-11-10
Imaginemos oceanos sem peixes, refeições sem marisco, a indústria pesqueira a caminho do fim. Que consequências globais poderia ter? O documentário «The end of the line»O fim da linha»), realizado por Rupert Murray, estreia a nível nacional a 16 de Novembro, data em que se comemora o Dia Nacional do Mar. A Plataforma de Organizações Não Governamentais Portuguesas sobre a Pesca (PONG-Pesca) organiza, na Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa), uma sessão especial às 17h, onde será apresentado o filme.
O documentário estreou no Sundance Film Festival (World Cinema Documentary Competition), em Janeiro, e mostra os efeitos devastadores do ‘overfishing’ (apanhas globais de peixes selvagens e espécies em perigo) nos nossos oceanos. Este excesso de pesca foi reconhecido como um dos maiores problemas e com efeitos imediatos no ambiente, em 2002, quando ficou demonstrado que o ‘overfishing’ atingiu o pico em 1989 e agora está em declínio.

«The end of the line» é um filme independente, rodado ao longo de dois anos, e que seguiu de perto os passos do repórter de investigação, Charles Clover – que é também autor do livro homónimo –, enquanto ele confrontava políticos e celebridades em restaurantes. Filmado numa espécie de volta ao mundo, desde o Estreito de Gibraltar aos litorais do Senegal e Alasca, ao mercado de peixe de Tóquio – caracteriza cientistas superiores, pescadores nativos e funcionários de execução de pescarias. 

A PONG-Pesca tem como missão promover a exploração sustentável dos recursos pesqueiros, em todas as suas vertentes, ecológica, social e económica, tendo em vista a preservação dos ecossistemas marinhos e o desenvolvimento das comunidades costeiras ligadas a esta actividade.

Baseado no livro de Charles Clover
Baseado no livro de Charles Clover
Os avisos dos cientistas


Segundo os cientistas, se continuarmos a pescar tal como o fazemos agora, grande parte dos peixes desaparecerão por volta de 2048. O documentário surge com o objectivo principal de acordar o mundo para uma realidade bem mais próxima do que se pensa e não pretende apenas alertar pescadores que praticam pesca ilegal, políticos que ignoram os avisos do investigadores, mas também consumidores que compram espécies em perigo de extinção sem o saberem, segundo se lê na página oficial de «The end of the line».

A obra propõe soluções simples: controlar o sector da pesca, reduzindo a quantidade de barcos pelo mundo, proteger áreas reservadas, educar o consumidor a comprar apenas peixe devidamente certificado (pesca sustentável).

A exibição especial de «The End of the Line» na Gulbenkian será seguida de uma discussão com o autor, Charles Clover; cientistas pesqueiros, representantes governamentais e do sector das pescas e, o coordenador de Desenvolvimento de Políticas da Direcção Geral dos Assuntos Marítimos e da Pesca da Comissão Europeia, César Deben.
Ivo Schmied
2009-11-10
20:31
Estes avisos/previses j tm muitos anos ... o problema que h, por um lado, muita gente, mesmo muita, que no abre mo dos seus lucros (e esta a questo principal, dinheirinho, Euros, Dolares, Ienes, Rublos, ...), e por outro, ns os consumidores, que entregamos esse dinheirinho(o) para nos lambuzarmos, num hotel/restaurante fino, numa tasca ou simplesmente em casa, de preferncia com espcies cuja pesca ou comercializao est proibida ou restringida ... e quanto mais proibida mais procurada!!! Somos ou no somos burros, egostas e irresponsveis?
Mrio
2009-11-11
11:08
Diz-se que que a atitude muito importante, e que a mudana deve partir do consumidor. Em parte discordo. Sem dvida que as pessoas devem ter a iniciativa de alterar os seus hbitos por um mundo melhor, mas o que realmente importante que deve partir dos cidados a escolha de polticos mais srios que zelem pelos interesses das pessoas e da humanidade em geral, e no pelos interesses econmicos das grandes empresas e do prprio estado. Sem prejuzo de termos de alterar a nossa atitude, h que escolher melhores polticos, pois so eles que tomam as grandes decises estratgicas.
Joo Paulo
2009-11-12
00:21
O que que a U.E tem andado a fazer estes anos todos?H vinte anos atrs,j eu lia nos meus livros da escola,as consequncias futuras do consumismo e da delapidao dos nossos recursos naturais. A U.E anda sempre a reboque dos outros.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

ltimas notcias

Eco Camp revela cidade completamente sustentvel

Esperana mdia de vida mundial
cresce seis anos mas com pior sade

Implicaes da expanso do Canal de Suez
na biodiversidade marinha do Mediterrneo

Vacina universal contra a gripe
pode estar mais perto de ser desenvolvida

UTAD aposta em jardins teraputicos

Caf ajuda no combate ao cancro do clon

Em busca da matria escura

Trabalhar em demasia potencia risco de AVC

Cigarro electrnico menos nocivo do que o normal

J pode consultar estado dos incndios em tempo real

Doutorando portugus vence prmio internacional

OMS cria em Macau centro de cooperao
para a medicina tradicional chinesa

Inadequao social, desemprego e problemas financeiros
ajudam a manter consumo de drogas

Brasil poder ter vacina contra dengue em 2018

Mdico portugus cria app para diagnosticar
doenas sexuais masculinas

Portugus recebe prmio de melhor tese
de doutoramento do Mundo

Cientista portugus participa em estudo que revela
perturbaes idnticas s da esquizofrenia e autismo

Brasil constri laboratrio de combate tuberculose
em So Tom e Prncipe

Docente da Universidade de Coimbra
preside a rede europeia

Frum Econmico Mundial destaca start-up da UMinho

Campanha de vacinao em Timor-Leste
beneficia mais de 93% das criana por cento

Suplemento alimentar para vacas leiteiras
reduz emisses de metano

Como proliferam as clulas dos vasos sanguneos
em redor de um tumor

Sistema hbrido base de hidrogel
ataca cancro da prstata

Insecto vai atacar uma das piores plantas invasoras em Portugal

Portugus na descoberta de que reduo de enzima
na doena de Parkinson abre portas a novos tratamentos

Viagem aos primrdios portugueses do darwinismo social

Mais de 500 genes podem afectar a audio

Descoberto mecanismo que permite melatonina
combater clulas cancergenas

Da eficcia do exerccio fsico no tratamento das depresses