Receba as notícias:

Fim das insónias sem recurso a medicamentos

Designer britânica criou dispositivo
que provoca o sono

2009-11-20
LightSleeper é a primeira solução «natural» para as insónias
LightSleeper é a primeira solução «natural» para as insónias
As pessoas que sofrem de insónias têm agora à sua disposição um novo aparelho que pode acabar com os seus problemas, o LightSleeper. Este gadget começou a ser comercializado no Reino Unido na passada quarta-feira, e apresenta-se como a primeira solução contra as insónias, sem que se recorra a medicamentos.

O LightSleeper projecta uma luz azul no tecto, que faz com que os olhos se movam lentamente de forma a relaxar o cérebro e a provocar naturalmente o sono.
Kate Evans, uma designer de 25 anos, é a criadora deste sistema, que elaborou enquanto estudante universitária, numa altura em que dormia apenas três horas por dia. O mecanismo revelou-se bastante eficiente, pelo está a ser apoiado pelo sistema de saúde britânico com o intuito deste reduzir a factura de aproximadamente 40 milhões de euros em medicamentos contra as insónias.

Fiquei chocada quando descobri a quantidade de pessoas com problemas para dormir e a dimensão do mercado para medicamentos contra as insónias. Esta alternativa era necessária”, afirma a designer.

Neil Stanley, neurologista especializado em problemas do sono, acredita no potencial do novo dispositivo, referindo que é uma boa alternativa aos produtos químicos e que terá grande utilidade para pessoas com dificuldade em relaxar.

O aparelho está a ser produzido pela empresa britânica Quincom, que já tem um grande volume de pedidos do gadget para o Japão. Actualmente o LightSleeper esta a ser comercializado por 130 euros em http://lightsleeper.co.uk/ .
antónio saias
2009-11-21
17:07
O preço é que faria logo perder o sono a qualquer um.
De resto, é interessante.
Eu já tinha pensado em gravação muito chatinha, de político monolítico tipo deputado - sobre matéria como liberdade religiosa ou similar.
efeitos não seriam menos positivos, estou seguro
Lionel
2009-11-23
00:22
lêr algum livro chato ou matéria escolar Batata em 5 minutos sono...agora se não ler não durmo a noite toda..
Teresa
2009-11-24
10:53
Só quem não tem insónias graves pode não ficar entusiasmado com esta inovação. Será realmente eficaz?
Samuel
2009-11-24
14:29
É sem duvida uma boa ideia e o preço parece-me bastante razoável
Isabel
2010-03-18
16:11
Isabel Acho que deve ser uma óptima ideia para quem tem insónias e vê. No meu caso que também sofro de insónias e sou cega, vou continuar a aguardar uma solução mais inclusiva.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Dê azeite ao seu coração

Dois jovens cientistas portugueses
entre oito distinguidos pela EMBO

Neste Natal dê o seu apoio ao Ciência Hoje

Efeitos da cafeína diferem com ou sem açúcar?

António Fernandes da Fonseca deixou a “sua marca”
na passagem pelo Mundo!

É possível estudar «cientificamente» as salsichas?
Universidades de Lisboa, Évora e Trás-os-Montes e Alto Douro fizeram investigação

UBI apresenta amanhã em Bruxelas
sistema de propulsão inovador

Podemos fazer algo para minimizar
ou mesmo evitar a demência?

"Santo graal da cardiologia" vence prémio Fundação Altran para a Inovação

Investigador da UC lidera investigação europeia
sobre as doenças de Parkinson e de Machado-Joseph

Equipa internacional revela o "big bang"
da evolução das aves

Henrique Leitão, vencedor do Prémio Pessoa:
“Um curso de física bem dado é uma verdadeira sinfonia”

Instituto do Território lança Agênca da Baixa Densidade

UC entre as instituições europeias que venceram
o projecto “Vida Saudável e Envelhecimento Activo”

Investigação científica da UE aberta para todos

Cientistas portugueses no vulcão da Ilha do Fogo

UC inaugura projecto pioneiro para resolver
problema da fruticultura nacional

Investigadores da UTAD promovem avanços significativos
na compreensão da doença de Alzheimer

Prémios Pfizer entregues hoje

“Espelho mágico” permite ver como as peças de roupa
de uma loja ficam na pessoa

Sexo de pinguins: como determiná-lo

Punir as crianças quando mentem não funciona

LED desenvolvido pela UA quer revolucionar tecnologia
que recebeu Nobel da Física

Habilidades de feira vs. bancos de escola

Beba vinho tinto! Pela sua saúde!

Aveiro «inventa» folha de fruta não comercializada

UMinho quer criar lentes e iluminação para daltónicos

Vinho e cultura melhores do que sol e areia
e Portugal pode beneficiar com isso

Desenvolvido em Espanha um modelo
para detectar a condução agressiva

Distinguido estudo do metabolismo
de células do cancro do pulmão