Receba as notícias:

A ciência servida no prato

Livro explica culinária com conhecimentos científicos

2009-12-03
Por Carla Sofia Flores
Todos os processos culinários têm por de trás justificações científicas maioritariamente desconhecidas por quem cozinha.

Na perspectiva de clarificar a gastronomia à luz da ciência, Margarida Guerreiro e Paulina Mata escreveram o livro “A Cozinha é um Laboratório”, que foi lançado ontem e irá ajudar os seus leitores a compreender alguns enigmas da culinária.

Tudo começou quando, em 2001, o Ciência Viva lançou o desafio às duas investigadoras químicas para participarem na iniciativa “A Cozinha é um Laboratório”, que pretendia desmistificar os conceitos científicos inerentes à culinária.

Paulina Mata, que se assume como uma “amante da ciência e da culinária”, explicou ao Ciência Hoje que o projecto foi levado às escolas e a programas de televisão (nomeadamente em ABCîência - ver vídeo abaixo) e, a partir dos diversos contactos e das múltiplas actividades desenvolvidas, decidiram passar para o papel o fruto desta experiência.

“Trata-se de um livro ligeiro e simples, num estilo bem-disposto, que pretende mostrar às pessoas que a ciência está no seu quotidiano e chamar a atenção para alguns fundamentos errados que por vezes têm em conta”, referiu a docente da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Faculdade Nova de Lisboa (FCT-UNL).

Conceitos e receitas

O livro é composto por dois capítulos, um em que fazem uma introdução a conceitos relacionados com a alimentação como “proteínas, hidratos, lípidos, água e calor”, e outro onde explicam técnicas e apresentam determinados alimentos e algumas receitas, analisando-as “passo a passo” através do conhecimento científico.

“Não é uma abordagem profunda, mas é rigorosa, de forma a interessar a várias faixas etárias, desde os mais novos aos seus avós”,
acrescentou a autora, que considera que o livro pode ser lido a partir dos 14 anos.

A mesma frisou que a leitura não precisa de ser sequencial, sendo que os 37 capítulos individuais podem ser lidos aleatoriamente, sem que percam o sentido. Além disso, destacou a abundância das ilustrações nesta publicação editada pela Fonte da Palavra, da autoria de Leonor Pinela, e que a tornam “ainda mais atractiva e interessante”.

O balanço desta experiência de oito anos que culminou com a edição deste livro foi muito positivo. “Adoramos a ciência e a culinária, pelo que esta junção foi natural. Espero que todos tenham curiosidade em ler o livro e que assim consigamos captar a atenção e o interesse daqueles que normalmente estão ‘fora’ da ciência”, concluiu Paulina Mata.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Crianças com melhor coordenação motora
apresentaram melhores resultados em tarefas cognitivas

Vai um queijo da Serra da Estrela com flor de castanheiro?

Nasce o maior instituto de investigação
em astrofísica de Portugal

Universidade de Aveiro «exporta» pastéis de nata

Como «infectar» as células vizinhas normais
tornando-as cancerosas

Mais mulheres menos cancro da próstata?

UMinho desenvolve método
para a libertação direccionada de fármacos

Para acabar (de vez?) com a turbulência nos aviões

Investigadores descobrem como os micróbios
constroem um poderoso antibiótico

Investigadora do CEDOC vence prémio FAZ Innovate Competition

UMinho cria gestor de exames à la carte

How tilapias use urine to attract females

UC participa solução inovadora
de apoio a pacientes em reabilitação cardíaca

Novos métodos para manter a qualidade das batatas

Cunha-Vaz distinguido com Prémio Albert C. Muse

Bactéria da flora intestinal de mosquitos
pode bloquear transmissão de malária e dengue

Subvalorizar o Ébola é crime!

Pepinos do mar já podem ser produzidos em aquacultura

A Ciência na educação pré-escolar

A guerra dos espermatozóides

O Viagra protege o coração para além do quarto

Premiado dispositivo portátil
para recuperar lesões desportivas

Aí está o andarilho inteligente motorizado
com «marca» portuguesa

Ajuda de emergência para «overdoses»

Investigadores portugueses abrem novas possibilidades
no desenho de vacinas contra o cancro

Porquê eu? Muitas mulheres que vivem na pobreza
culpam os filhos e a vida amorosa

O papel dos "oásis" oceânicos nas interacções
entre organismos marinhos

Planta substituta de sal desenvolvida
em cultura in vitro por aluna da UTAD

Trabalho de investigadores da UA
cruza-se com o do Nobel da Física 2014

José Vieira da Universidade do Minho
foi eleito presidente da FEANI