Receba as notícias:

Glicoconjugados e o seu potencial terapêutico

Artigo

2006-08-27
Por Por Gonçalo J. L. Bernardes *

A construção de conjugados homogéneos de proteínas através da modificação da superfície destas tem o potencial para revolucionar o conhecimento de um dos mais complexos processos biológicos, a posttranslational modification (PTM). Este processo é de vital importância na determinação da função da proteína e na sua estabilidade, estando envolvido em inúmeros processos biológicos desde a inflamação à expressão genética.

* Gonçalo J. L. Bernardes está em Oxford - de onde assina uma Carta de... para o Ciência Hoje - há três anos e neste momento está a completar o 2º ano de DPhil em Chemical Biology. A natureza deste trabalho que nos enviou justifica a sua inclusão em «Revista/ Artigo», secção de CH para as peças de carácter mais técnico.

 Uma grande surpresa aquando da divulgação do genoma humano (homo sapiens, ~20000,~25000), foi o facto de o número de genes não diferir substancialmente de outras espécies bem menos complexas como por exemplo as minhocas (~20000). Isto sugere que outros processos estão envolvidos e são responsáveis pela complexidade do sistema biológico humano, como por exemplo as PTMs.

É sabido que a PTM não está sob controlo genético dando origem a complexas mistura de conjugados proteicos. É também conhecido que cada componente destas misturas tem diferentes funções pelo que para a compreensão da sua função biológica é necessário criar métodos que permitam a construção de conjugados puros de proteínas.

Um dos processos de modificação de proteínas mais comuns é o de glicosilação, tendo sido estimado que cerca de metade das proteínas são glicosiladas. Recentemente, durante parte do meu doutouramento, foi desenvolvido um método que permite a glicosilação de oligossacáridos complexos a uma proteína. Mais precisamente, a introdução directa de um grupo tiol no centro anomérico de oligossacáridos 1 através do uso do reagente de Lawesson’s permite que estes sejam conjugados de um modo selectivo 2 a uma proteína.

Neste caso é usada uma proteína previamente modificada e onde foi introduzido um aminoácido não natural que permite a conjugação química selectiva dos oligossacáridos. Deste modo, conseguimos funcionalizar proteínas e explorar a introdução de marcadores biológicos, como é o caso dos açucares.

Este trabalho foi publicado na revista Angewandte Chemie Int. Ed. (2006, 45, 4007‑4111) e apresentado na forma de comunicação oral na International Carbohydrate Conference em Whistler, BC Canada. Este trabalho foi também reconhecido pelo Linacre College da Universidade de Oxford com a atribuição da EPA Cephalosporin Scholarship que distingue alunos da Universidade de Oxford pelos seus trabalhos no campo da Biomedecina.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Descoberto mecanismo que permite à melatonina
combater células cancerígenas

Da eficácia do exercício físico no tratamento das depressões

Vacina contra o Ébola revela-se cem por cento eficaz

A verdade sobre a infertilidade

INSA e OMS lutam contra a obesidade infantil

Burro mirandês em risco de extinção

De como a diabetes afecta a fertilidade

UTAD e Federação Portuguesa de Voleibol avaliam
performance dos jogadores da selecção nacional

Portugal conquista pela primeira vez medalha
na Olimpíada Internacional de Química

IST recebe 69 Milhões de horas
num dos supercomputadores mais rápidos do mundo

Criadores do «Magalhães» chegam ao Uruguai

Minho quer extrair colagénio da pele de tubarão

Hepatite C “pode estar erradicada dentro de alguns anos”

Área ardida em Portugal terá redução drástica
se houver prevenção de incêndios

Milheirinhas: os machos mais coloridos
cuidam melhor da plumagem

Aveiro abre caminho ao tratamento do vírus Ébola

Rastreios gratuitos a cancro de cabeça e pescoço
até sexta-feira em 12 hospitais

Universidades do Porto, Aveiro e Técnica de Lisboa lideram
produção científica das instituições científicas do Ensino Superior

Quimioterapia pode prejudicar doentes terminais

Todos os seropositivos devem receber terapia
independentemente da carga viral

Coimbra confirma eficácia de terapia inovadora
em vários tipos de cancro

Exterior dos jardins de infância não promove
desenvolvimento saudável das crianças

Novo medicamento pode retardar Alzheimer

Torres Vedras campeã do Mundo em robótica

Injecções em árvores vão controlar pragas de insectos

Oftalmologista português distinguido nos EUA

Jovem com VIH em remissão após tratamento precoce

Portugal é o 12º país europeu com mais projectos
submetidos ao Horizon 2020

Perigos dos microplásticos e dos fármacos preocupam ambientalistas

Quando soube que tinha cancro pensei:
cheguei ao fim da vida!