Receba as notícias:

NASA descobre mais de 700 planetas fora do Sistema Solar

400 dos novos exoplanetas podem ter características semelhantes à Terra e Neptuno

2010-06-17
Kepler vai continuar a procurar planetas até Novembro <br> (Cortesia: NASA)
Kepler vai continuar a procurar planetas até Novembro
(Cortesia: NASA)
Hoje pode ser um dia histórico no mundo da astronomia. A equipa de investigadores da NASA responsável pela sonda Kepler anunciou a descoberta de indícios de 700 novos planeta fora do Sistema Solar.

A confirmar-se, a incrível descoberta duplicaria o número de exoplanetas conhecidos. Mais interessante ainda é que 400 destes outros mundos parecem ter as dimensões da Terra e de Neptuno, uma classe de objectos muito raros e que, com sorte, podem ser o que os cientistas procuram há muito tempo: um gémeo do nosso planeta azul, onde se repitam as condições para a vida tal e qual a conhecemos.
A sonda espacial Kepler, partiu em Março de 2009 para uma zona distante da Via Láctea, com o objectivo de procurar planetas rochosos, idênticos à Terra, fora do Sistema Solar, onde se possa encontrar água em forma líquida − o ingrediente fundamental para existir qualquer manifestação de actividade biológica.

Nos últimos 43 dias, o Kepler já forneceu informações de mais de 156 mil estrelas nas constelações de Cygnus e Lyra. Estas estrelas estão classificadas em temperaturas e tamanhos. Algumas são estáveis, enquanto outras pulsam. Algumas mostram manchas estelares e outras produzem chamas tão fortes que esterilizam os planetas mais próximos.

O trabalho do observatório espacial consistiu em procurar alterações subtis de brilho que indicariam a presença de um planeta em órbita, informações que a equipa de 28 membros está a analisar.

Massa idêntica à da Terra

A NASA informou que os novos dados não incluem detalhes dos 400 planetas mais interessantes dos 706 candidatos detectados, os quais orbitam as estrelas mais brilhantes detectadas por Kepler.

Kepler já recolheu informações na constelação Cygnus
Kepler já recolheu informações na constelação Cygnus
Estes casos podem ser as melhores promessas de encontrar planetas com massas idênticas à da Terra.

Apesar da magnitude da descoberta, a agência espacial norte-americana actua com precaução e não irá publicar uma versão oficial da descoberta até 2011.No entanto, já existem artigos científicos sobre o assunto: Arxiv 1 e 2.

A verificar-se, estes sistemas exoplanetários seriam os primeiros conhecidos em que cada planeta cria um mini-eclipse quando transita.

Múltiplos planetas

“O Kepler encontrará dezenas, e possivelmente centenas, de estrelas que têm múltiplos planetas”, afirmou o veterano cientista que procura planetas e co-autor do estudo, Geoffrey Marcy, da Universidade da Califórnia em Berkeley.

Lia LaPiana, executiva do programa Kepler dos Escritórios Centrais da NASA em Washington, partilha do optimismo de Marcy: “Desejo que a comunidade científica analise as informações e anuncie os resultados destes novos exoplanetas nos próximos meses”.

William Borucki, investigador responsável pela missão
William Borucki, investigador responsável pela missão
Para David Koch, do Centro de Investigação Ames da NASA em Moffett Field na Califórnia, e um dos responsáveis pela sonda, “este é o conjunto de dados mais preciso e de maior tamanho de fotometria estelar alguma vez realizado. Os resultados só serão melhores quando o conjunto de informações aumentar com o tempo”.

Estamos sozinhos?

A sonda Kepler continuará a procurar planetas que orbitem estrelas numa zona quente e habitável, até, pelo menos, Novembro deste ano.

Sendo que o trânsito dos planetas da zona de estrelas similares ao Sol, acontece uma vez por anos e são necessários três trânsitos para as verificações, espera-se que sejam precisos pelo menos três anos para localizar e verificar um planeta do tamanho da Terra.

“As observações de Kepler vão dizer-nos se existem muitas estrelas com planetas que podem albergar vida, ou se podemos estar sozinhos na nossa galáxia”, conclui o investigador científico principal da missão, William Borucki.
graciete virgínia rietsch monteiro fernandes
2010-06-18
10:22
Acho fantásticos esses estudos. E também creio que não estamos sós no Universo. Mas parece-me pouco provável que encontremos seres vivos iguais a nós. Seres vivos sim! Mas ,tal qual nós, não me parece, dado que as transformações do Universo não seguem leis rigorosas, suponho eu.
dyla
2010-06-21
18:50
É muito bom pensar que exista vida em outros planetas,não sejamos egoístas.
guilherme wesley
2010-06-27
01:30
isso é muito legal gosto de ver muitas informações sobre o espaço eu adoro discubrir coisas sobre o espaço sideral
Moura Junior
2010-06-30
22:15
Quando por fim irão admitir de vez o contato já alcançado?
Até quando esconderão a verdade do mundo?
Vão ficar soltando informações já sabidas como essas até quando?
Alex Sander
2010-07-01
05:21
Muito interessante essas noticias, quem sabe logo, logo não fiquemos sabemos sobre as outras civilizações e haja uma grande mudança na humanidade a partir dai.
nathalia christine
2010-07-03
20:32
sempre acreditei que o planeta terra não é o unico a ter agua...Que pode existir outros,basta encontramos... Também creio que a terra não seja o unico planeta e ter vida,pode existir outros seres em outros planetas!
nathan
2010-07-06
01:20
espetacular
quando creser vou ser
astronauta
Marcelo Gonçalves
2010-07-08
00:01
eu penso que se deviam preocupar mais com o que temos no nosso planeta do tipo, fome, guerras, doenças, etc.
como se prevê o destino da Terra, já pensam em outros locais para destruir e abusar dos recursos. mandam sondas para o espaço com um valor que daria para tirar um país da miséria... 5€ em certos países educam uma criança durante 1 ano inteiro... dá que pensar quando certos factos passam ao lado de quem tem o poder de fazer algo em vez de olhar para o que é inatingível. se formos enunciar a distancia a que esses planetas se encontram torna-se ridículo pensar nisso com tantos problemas no planeta Mãe.
joão batista de macêdo
2010-07-09
00:59
sou facinado por astronomia. gosto quando descobrem novos planetas.
keilly
2010-07-11
19:24
eu acho muito legal isso porque dizem que aqui (planeta Terra)vai acabar é bom que se o mundo acabar um dia ai a gente pode se mudar pra lá
francisco das chagas de sousa ferreira
2010-08-03
13:55
realmente muito fascinante ,as imagens do telescopio kipler.
odemir guerra
2010-08-07
05:07
Não entendo como a nasa de scobre planetas se não vai até la próximo e como é que telescópio bate fotos e a imagem chega com precisão se é cauculado em anos luz de distância.
J OTACY BEELEZA DA CRUZ
2010-08-25
03:05
Acredito que não estamos sozinhos, creio existir outras civilizações em outros planetas. Espero a qualquer momento a confirmação de planetas semelhantes a terra fora do nosso sistema solar e logo teremos a certeza de sxistir vida alem da nossa.
Sebastião
2010-09-08
17:15
Realmente e fantástico, mas e mais fácil preservar a fauna, flora e diversidades de nosso planeta que chegarmos ate outro e colonizar
Valdemir dos Santos
2010-09-11
17:09
estou plenamente de acordo com o trabalho da NASA.Tenho absoluta certeza de que não estamos sózinho, é preciso investigar.Deus não seria egoísta em criar um tão fantástico mundo com apenas um planeta habitado.
jurandi junior
2010-09-12
20:40
Sou a favor de estudos como esses, pois caso ache a formaçao de planetas similares a terra com um bioma nao tao desemvolvido tecnologicamente, serviria perfeitamente como uma nova casa para a espécie humana em caso de alguma grande catastrofe natural.
eliberto de freitas vilela
2010-09-21
15:48
Eliberto vilela
21/09/2010
10:43

Caro amigo Ademir Guerra
As fotos que a nasa faz são maravilhosas
elas elas são enviadas do ponto de vista onde o telescópio está claro não é?
por isso elas não precisam percorrer tanta distancia
um abraço
migek
2010-09-23
12:42
bom trabalho gost muito d voco trab um abraco forte
Mayana Sousa
2010-10-05
16:19
Ademir Guerra as fotos dos planetas fora do sistema solar são maravilhosas mesmo,ninguém imaginaria que teria planetas fora do sistema solar.
Beijos Mayana!!!!!
julliana
2010-10-15
00:46
eu adoro o universo adoro as descobertas
e quero trabalar na nassa quando eu creser e muito interesante o universo
nao entendo porque muitos planetas nao tem ser vivo
espero que um dia eu descubra um planeta
renato wesley
2010-11-05
02:22
esse e um otimo trabalho espero que descubram mais planetas
pedro
2010-11-28
03:56
que massa novos planetas , sera que os et's vem da la ?
eu acho que sim
Emanuel Mello
2010-12-22
22:10
Porventura exista civilizações inteligentes escondidas nas entranhas desse universo infinito, eles seriam sábios o suficiente para manterem distância de "nós" seres humanos.
Uma espécie à nossa, que oprime, extermina, aniquila seus próprios semelhantes, sem dizer que destrói seu único lar, não pode esperar algo benéfico, ao encontrar novas civilizações.
Caio Bruno
2010-12-30
20:30
Achava que a humanidade devia unir forças e dinheiro e criar um centro espacial humanitário , aonde todas as pessoas poderiam ter acesso as descobertas e atés atividades de ufologia , aonde teriamos um acesso muito melhor porque a NASA e os CENTROS ESPACIAIS , escondem muitas coisa da gente...

EM TERMO DE VIDA EM OUTROS PLANETAS OU ATÉ VISITAS QUE NÓS RECEBEMOS E QUE O GOVERNO ESCONDE.


Me chamo Caio Bruno Soares de Oliveira e moro em UBERABA - MG E TENHO 15 ANOS , e queria que o mundo evoluise nesse quesito.
yuri
2011-01-13
19:19
nossa tecnologia atual nos impedi de descobrir o que há no infinito espaço e as vezes fico me perguntando sobre o sentido da vida e de como nós surgimos e o que há nesse infinito espaço talvez quando evoluirmos e tivermos algum tipo de transporte que viage na velocidade na luz descobriremos coisas fantasticas que mudarão o sentido da vida
Manuel Falcão da Silva e Sousa
2011-01-27
23:00
Acho fantástica a descoberta para já iniciada,esperemos factos concretos para que possamos ter uma resposta sobre a vida do universo
em relação ao tema teológico. Creio em Deus mas tem de haver explicações sem dogmas e mistérios mas com realidade que não afronte a nossa mente.

Manuel Falcão Sousa
arli celio alves ferreira
2011-01-30
13:45
diante de tudo isso,me sinto,em que posso contribuir?
as vezes me pergunto:será que existe vida em outros planetas que não seja na terra?o universo é super-interessante no ponto de vista do ser humano curioso.
Sonia-
2011-02-03
01:30
Asim como os ETS chegaram até nós,também podemos ir até eles.
sonia
2011-02-03
01:47
Gostaria de saber qual a finalidade destes estudos,e o que ganharemos com isso.Apenas descobertas?E nós como ficamos?Escondem os fatos reais.Medo da população entrar em pânico?Até quando seremos substimados?
JOSÉ CARLOS LADEIRA DA COSTA
2011-02-11
11:31
GOSTARIA DE SABER QUANDO FOI ENCONTRADO O PIMIRO PLANETA E EM QUE GALAXIA - JOSÉ CARLOS LADEIA DA COSTA - CAMPO GRANDE / RIO DE JANEIRO

JOSÉ CARLOSLADEIRA
arthur diniz
2011-02-19
14:38
eu acho que pode existir vida em outros planeta ai se eles ainda nem investigaram os planetas direito já dizem que num da pra viver lá!talvez nós não mais outras criaturas não descobertas...
Carlos Henrique Braz Ferreira
2011-03-18
04:24
Eu acho que deveriam fazer fuguetes mais potentes porque achariam novos planetas só que eles são muito distantes entao as pessoas quando chegarem lá já estariam mortas a muito tempo isso é o que eu acho....
José Luiz Ferreira de Oliveira
2011-03-24
21:37
Já pensou,ao chegarmos em um desses planetas.Chegaremos( VINDO DO CÊU)e seriamos adorado como,um Deus.Principalmente,se os seres,
daquele planeta forem atrasados.
SÉRIA UM BARATO:
Marcos Rodrigo
2011-05-13
15:23
Para dar uma sugestao concreta tem que fazer mais pesquisas e fazer varios foquetes com a tecnologia evoluindo isso ira ajudar bastante mais espero oque descubrirmos nao nos espentem no mode mdeo ^^. vai saber oque tem escondido nesse universo ...
DACRUZ
2011-08-14
23:34
PELOS COMENTGÁRIOS FEITOS AQUI TÊM MUITAS PESSOAS INTELIGENTE. PARABÉNS AOS INTERNAUTAS.
israel vasconcelos
2011-08-20
18:48
a possibilidade do homem viajar para fora do sistema solar e remota.a inteligencia do homem esta preparada , mais o corpo nao.e fazer o que em outro planeta, tentar destrui-lo tambem?
carlos
2011-09-14
17:52
ciencias é muito interessante
acho muito legal
wilson costa
2012-09-21
21:36
jose carlos ladeira da costa vi sua postagem entre em contato wcosta1950@yahoo.com.br sou do CPOR, abraços

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Ciência Hoje não vai de férias! Apoie este jornal!

Oceans of Hope chega a Lisboa para mudar percepções
sobre esclerose múltipla em Portugal

Com um euro pode combater a dor crónica

Estudo da UMinho avalia efeito de corticosteroides
no desenvolvimento dos bebés prematuros

Rapazes mais depressivos do que elas

Assim em Marte como na Terra

O primeiro genoma foi descodificado
numa cooperação Luso-Brasileira – Desulfovibrio gigas

Alunos aplicam ciência para detectar
mão criminosa nos incêndios

Scientists discovered a new player in mental diseases

Insucesso Escolar e competências transversais:
uma forma alternativa de observar o problema…

Investigador do IPLeiria distinguido nos EUA
na área da Biomecânica do Desporto

Luísa «lança-se» aos mares
e «deixa» a esclerose em terra

«Importa perceber o grau
de literacia científica do ilustrador

As mulheres ainda preferem o parto natural

Portugal acolhe o maior Congresso Europeu sobre a China

Cegonhas «contra» nova directiva Europeia

Associação Portuguesa de Estudos Franceses
recebe Prémio Hervé Deluen

Reclusos de Castelo Branco vão ver o sol
(não aos quadradinhos)

Fernando Pestana da Costa eleito presidente da SPM

Hortas urbanas têm solos com excesso de metais pesados

Coimbra cria programa pioneiro para a infertilidade

Jovem português «bronzeia-se» na Física

Aditivos alimentares sintéticos e naturais:
quem vai ganhar a «guerra»?

Qual é o número de moléculas dentro de células?

CESPU e Universidade de Barcelona
juntas no ensino da saúde

João Ramalho- Santos lidera CNC

GILEAD SCIENCES apoia projectos científicos
com 200 mil euros

Marta Catarino é vice-presidente da associação europeia
de transferência de conhecimento

Dr. ROAD – o “médico” das estradas - nasce em Coimbra

Um «osso» para a cabeça? Uma porta para o carro?
Uma peça para uma aeronave? É para já!