Receba as notícias:

Piripiri ajuda a baixar tensão arterial

Capsaicina previne problemas vasculares

2010-08-04
Capsaicina é a substância responsável pelo sabor quente e picante do piripíri
Capsaicina é a substância responsável pelo sabor quente e picante do piripíri
Consumir alimentos com piripiri (ou ma-laguetas) ajuda a baixar a tensão arterial, revela um estudo da Third Military Medical University, em Chongqing, na China, publicado na edição de Agosto da revista Cell Metabolism.

Os investigadores demostraram, através de testes realizados em ratos de laboratório com hipertensão, que o consumo de Capsaicina, substância que dá o sabor picante e quente à pimenta, diminui a pressão do sangue.
De acordo com os cientistas, quando este composto está em actividade, aumenta a produção de óxido nítrico nos vasos sanguíneos, o que possibilita a protecção contra a inflamação e outros problemas vasculares.

Zhiming Zhu, principal autor do estudo, revela, no entanto, que não é obrigatório que as pessoas comam alimentos picantes para beneficiar das suas propriedades, visto existir uma substância semelhante à Capsaicina em alguns pimentos doces.
Const Liquito
2010-08-05
10:02
Vivi cerca de 30 anos em Moçambique, onde fazíamos grande uso (consumo) do pirípiri e agora, em Portugal, continuamos a usá-lo embora mais moderadamente.
Nunca nos demos mal. A ciência recomendo-o e quem sou eu para discordar?
Campos
2010-08-05
13:10
Os remédios são mais práticos e eficientes. O certo seria uma vacina,para curar de vez este problema que afeta milhões.
Ligia Nogueira da Silva
2010-08-06
12:41
È a comprovação do uso dos alimentos na saúde,podendo atingir grande numero de pessoase de uma maneira saudavel
albertin2a
2010-08-06
20:05
Malagueta é o "pimentinho queimoso" que se tornou conhecido em Málaga introduzido pelos árabes.
Que vivam os árabes! Abaixo as tensões altas! vivam as tensões baixas (v.g. equilibradas)!
Anésia
2012-10-13
05:41
tenho 35 anos e sou hipertensa desd k tive o primeiro filho a 6 anos.vou paxar a fazer uso d piri piri p estabilizar mta tensao.bj

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Uma «estranha» forma de atracção

A tinta que «pinta» a energia da luz solar em energia eléctrica

Amamentar diminui o risco de depressão pós-parto

Portugueses do IMM abrem caminho
a nova terapêutica para leucemia pediátrica

Quando o chichi «dá» luz!

Menos nicotina não quer dizer mais cigarros

Não-me-esqueças, a planta rara redescoberta no Corvo

Da felicidade à dor: entender a função da serotonina

Treinar o cérebro para melhorar a capacidade mulitarefa

Historiadores de linguística de todo o Mundo
reúnem-se na UTAD

A espantosa capacidade de regeneração do pâncreas

Ébola não é porventura tão temível como a gripe

Bloquear os canais de potássio pode salvar vidas

Técnicas de meditação associadas ao budismo tibetano
podem melhorar o desempenho do cérebro

O meu automóvel conduz, estaciona e recarrega-se sozinho

Congresso Mundial de Investigação marinha
no Oceanário de Lisboa

Iraniana é a primeira mulher
a ser distinguida com o «Nobel» da Matemática

Alunos da UMinho desenvolvem protótipos todo-o-terreno

Todos pela Antártida

A Roseta foi ao cometa

Concelhos despovoados e com poucos bombeiros
são os mais atingidos pelos fogos

As barreiras dos serviços de saúde
que afectam os imigrantes

As barreiras dos serviços de saúde que afectam os imigrantes

“La réalité n’existe pas”

Como os mamíferos e as moscas se alimentam:
semelhanças surpreendentes

Células "secundarias" do sistema nervoso são afinal cruciais
para a cognição e doenças mentais

As duas caras da misteriosa Azobenzeno

Investigadores do Minho premiados no Brasil

Avanços na compreensão da doença de Parkinson
abrem novas portas terapêuticas

Ciência Hoje não tem férias! Apoie este jornal!