Receba as notícias:

Piripiri ajuda a baixar tensão arterial

Capsaicina previne problemas vasculares

2010-08-04
Capsaicina é a substância responsável pelo sabor quente e picante do piripíri
Capsaicina é a substância responsável pelo sabor quente e picante do piripíri
Consumir alimentos com piripiri (ou ma-laguetas) ajuda a baixar a tensão arterial, revela um estudo da Third Military Medical University, em Chongqing, na China, publicado na edição de Agosto da revista Cell Metabolism.

Os investigadores demostraram, através de testes realizados em ratos de laboratório com hipertensão, que o consumo de Capsaicina, substância que dá o sabor picante e quente à pimenta, diminui a pressão do sangue.
De acordo com os cientistas, quando este composto está em actividade, aumenta a produção de óxido nítrico nos vasos sanguíneos, o que possibilita a protecção contra a inflamação e outros problemas vasculares.

Zhiming Zhu, principal autor do estudo, revela, no entanto, que não é obrigatório que as pessoas comam alimentos picantes para beneficiar das suas propriedades, visto existir uma substância semelhante à Capsaicina em alguns pimentos doces.
Const Liquito
2010-08-05
10:02
Vivi cerca de 30 anos em Moçambique, onde fazíamos grande uso (consumo) do pirípiri e agora, em Portugal, continuamos a usá-lo embora mais moderadamente.
Nunca nos demos mal. A ciência recomendo-o e quem sou eu para discordar?
Campos
2010-08-05
13:10
Os remédios são mais práticos e eficientes. O certo seria uma vacina,para curar de vez este problema que afeta milhões.
Ligia Nogueira da Silva
2010-08-06
12:41
È a comprovação do uso dos alimentos na saúde,podendo atingir grande numero de pessoase de uma maneira saudavel
albertin2a
2010-08-06
20:05
Malagueta é o "pimentinho queimoso" que se tornou conhecido em Málaga introduzido pelos árabes.
Que vivam os árabes! Abaixo as tensões altas! vivam as tensões baixas (v.g. equilibradas)!
Anésia
2012-10-13
05:41
tenho 35 anos e sou hipertensa desd k tive o primeiro filho a 6 anos.vou paxar a fazer uso d piri piri p estabilizar mta tensao.bj

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Um Nobel de medicina que nem medicina sabe

Menopausa e a osteoporose: estudo premeia
investigadora de Coimbra

A revolução dos filmes de cristais líquidos

Abutre-preto volta ao Alentejo 40 anos depois

Grafeno mais sílica: a revolução
da indústria tecnológica do futuro

De como um smartphone pode controlar
a qualidade dos óleos de fritar

Cátedra do Real Madrid aprova projecto que envolve
a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

António Damásio profere conferência no Porto

Investigadora portuguesa revela novo método
de detecção precoce de cancro do pâncreas

Universidade da Beira Interior
com avanços no cancro da próstata

Investigadores portugueses distinguidos
por avanços na área da dor

Identidade, valores, modernidade: o meu livro
sobre o pensamento de Onésimo Teotónio Almeida

Nanopartícula entrega moléculas terapêuticas
a tumores cerebrais malignos

Portugal conquista prémio europeu
de conservação da natureza

E se lhe oferecerem um chão inteligente?

Plantas portuguesas dão origem a infusões de qualidade premium

CR7 já não é uma estrela! É uma galáxia!

EGO em Aveiro: uma peça do inventor da pílula

Estrutura social é importante na conservação de espécies

Philae acordou e mandou notícias

Coimbra indica nova direcção para o tratamento
dos vários tipos de cancro

Aveiro cria o anjo da guarda dos condutores

Cientista português financiado por March of Dimes
para estudar malária durante a gravidez

Barcelona cria sistema para avaliação cognitiva
de trabalhadores com deficiência cognitiva

José Carlos Príncipe: inovação e ciência
ao serviço das empresas

Dar uma mão ou uma pata
o que nos leva a ajudar os outros?

Metodologia inovadora no diagnóstico
e tratamento do cancro da mama

Cafeína é eficaz no combate à depressão
revela estudo internacional liderado pela UC

A cultura portuguesa e a cultura das ciências

Um olhar sobre o futuro do sistema
da “revisão por pares” na academia