Receba as notícias:

Google testa carro que anda sem condutor

Automóvel pode entregar uma pizza a domicílio sozinho

2010-10-11


Todos se lembram, com certeza, do Kitt – na série de televisão «O justiceiro», dos anos 80 – o carro que falava e andava sozinho. Agora, engenheiros da Google testaram um novo automóvel sem condutor nas ruas da Califórnia. A novidade foi anunciada no blog oficial da empresa.
O veículo usa câmaras de vídeo montadas no tecto, sensores de radar e uma mira a laser para conseguir perceber a presença de outros carros e obstáculos no trânsito, segundo o engenheiro de software Sebastian Thrun. O automóvel, um Prius modificado, pode ir entregar uma pizza a domicílio, sem ninguém no seu interior.

Durante a primeira experiência, um motorista treinado acompanhou os testes dentro do carro para tomar o controlo em caso de alguma falha. O objectivo da Google é eventualmente "reduzir os congestionamentos e o número de acidentes nas ruas". No blog, Thrun disse que os testes já cobriram 225 mil quilómetros. O carro cruzou a icónica ponte Golden Gate, em San Francisco, andou pelas famosas ladeiras da cidade, entre escritórios da Google, e circulou à volta do lago Tahoe, sem sofrer acidentes. Contudo, o veículo acabou por sofrer um pequeno embate, quando o carro estava parado num semáforo.

Sebastian Thrun, professor de ciências da computação e engenharia electrónica na Universidade Stanford, explicou ainda no blog oficial da empresa que as rotas são planeadas e mapeadas por motoristas reais, e a polícia local é avisada com antecedência dos testes. "Este projecto ainda está em estágio experimental, mas a ideia é este transporte poder aparecer no futuro, graças aos avanços das ciências da computação", avançou também.
prata
2010-10-28
16:40
muito fixe

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Dê azeite ao seu coração

Dois jovens cientistas portugueses
entre oito distinguidos pela EMBO

Neste Natal dê o seu apoio ao Ciência Hoje

Efeitos da cafeína diferem com ou sem açúcar?

António Fernandes da Fonseca deixou a “sua marca”
na passagem pelo Mundo!

É possível estudar «cientificamente» as salsichas?
Universidades de Lisboa, Évora e Trás-os-Montes e Alto Douro fizeram investigação

UBI apresenta amanhã em Bruxelas
sistema de propulsão inovador

Podemos fazer algo para minimizar
ou mesmo evitar a demência?

"Santo graal da cardiologia" vence prémio Fundação Altran para a Inovação

Investigador da UC lidera investigação europeia
sobre as doenças de Parkinson e de Machado-Joseph

Equipa internacional revela o "big bang"
da evolução das aves

Henrique Leitão, vencedor do Prémio Pessoa:
“Um curso de física bem dado é uma verdadeira sinfonia”

Instituto do Território lança Agênca da Baixa Densidade

UC entre as instituições europeias que venceram
o projecto “Vida Saudável e Envelhecimento Activo”

Investigação científica da UE aberta para todos

Cientistas portugueses no vulcão da Ilha do Fogo

UC inaugura projecto pioneiro para resolver
problema da fruticultura nacional

Investigadores da UTAD promovem avanços significativos
na compreensão da doença de Alzheimer

Prémios Pfizer entregues hoje

“Espelho mágico” permite ver como as peças de roupa
de uma loja ficam na pessoa

Sexo de pinguins: como determiná-lo

Punir as crianças quando mentem não funciona

LED desenvolvido pela UA quer revolucionar tecnologia
que recebeu Nobel da Física

Habilidades de feira vs. bancos de escola

Beba vinho tinto! Pela sua saúde!

Aveiro «inventa» folha de fruta não comercializada

UMinho quer criar lentes e iluminação para daltónicos

Vinho e cultura melhores do que sol e areia
e Portugal pode beneficiar com isso

Desenvolvido em Espanha um modelo
para detectar a condução agressiva

Distinguido estudo do metabolismo
de células do cancro do pulmão