Receba as notícias:

Sexo p'ró menino e p'rá menina!

Exposição revela o que os iniciantes querem saber

2010-10-19
Por Ana Nunes (texto) e Susana Lage (fotos)
Sexualidade, o amor, os afectos, sentimentos e desejos estarão até Agosto de 2011 em evidência numa vertente educativa. "Sexo e então?" é o nome da exposição que chega agora a Portugal
A maioria dos pais não está preparada para responder a perguntas que os filhos mais cedo ou mais tarde irão colocar.

Aguardando a inauguração da exposição
Aguardando a inauguração da exposição
Desde o típico de onde vêm os bebés passando para uma versão mais adolescente em que outras dúvidas surgem culminando na fase do namoro e do sexo, os pais vão arranjando as melhores técnicas para explicar algo que lhes custa ao perceberem que também os filhos se preparam para ser adultos.

Neste contexto e com uma abordagem leve mas esclarecedora, a exposição "Sexo e então?" inaugurada ontem no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, promete dar respostas e ensinamentos para a vida.

Ao entrar na exposição o som de fundo é o tema "Paixão" dos Heróis do Mar nada mais adequado para os visitantes alvo, pré-adolescentes, entre os 9 e os 14 anos, que depois de passar por uma entrada em forma de coração encontrarão um ambiente divertido e de humor, colorido e com muita informação útil que apelará à reflexão.

Rosália Vargas dá as boas-vindas
Rosália Vargas dá as boas-vindas
Os sentimentos, desejos, afectos mas sobretudo a descoberta da sexualidade serão explorados numa versão didáctica.

O acompanhamento de monitores, a existência de jogos interactivos, vídeos e questões bem respondidas serão o apelo para jovens que poderão descobrir o que é "estar apaixonado", "como beijar na boca", "porque o amor é difícil" ou mesmo "como é o rapaz/rapariga dos seus sonhos" ou "truques infalíveis para o engate".

Na zona dedicada à puberdade os jovens poderão ainda perceber as mudanças corporais e de voz que estão ou irão sofrer e saber "como se faz sexo", "como se fazem os bebés" e "o que é a pílula" entre outros temas que juntam uma imensidão de factos científicos a nível cerebral, hormonal e sentimental. Os heróis desta banda desenhada são o Titeuf e a Nadia, jovens que se confrontam com o tema do sexo no livro Le guide du zizi sexuel.

Duas crianças cortam a fita: está inugurada a mostra
Duas crianças cortam a fita: está inugurada a mostra
Esta exposição ficará no pavilhão do conhecimento até Agosto de 2011 e surge de uma parceria com o organismo francês UniverScience. Foi já apresentada na Cité des Sciences, em Paris, onde esteve de Outubro de 2007 a Agosto de 2009 e recebeu mais de 350 mil visitantes. Um sucesso "quer pelo tema quer pelo tom engraçado, pela precisão das respostas e pelo tratamento museológico", afirmou o embaixador francês, Pascal Teixeira da Silva, presente na cerimónia de inauguração da exposição.

Também apresentada em Genebra, durante 13 meses a iniciativa teve impacto, esperando-se que também em Portugal este se repita. Rosália Vargas, a presidente do pavilhão do conhecimento afirmou que é aguardado para "Sexo e então?" um "número recorde de visitas".

Mariano Gago, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, referiu que a "colaboração entre Portugal e França na ciência vem já de longa data sendo muito importante tornar-se visível para a população através desta exposição". O membro do governo realçou ainda que " a linha traçada com a criação do Ciência Viva é para continuar" garantindo que "a ciência será uma prioridade para este governo pois sem ciência não há futuro nem progresso".

Uma criança joga aos abraços e aos beijos
Uma criança joga aos abraços e aos beijos
Ao CH, Quintino Aires, psicólogo clínico especializado em sexologia, disse tratar-se de "um contributo extremamente importante para formar crianças, adolescentes e púberes que são convidados a confrontar-se com temas que fazem parte do seu desenvolvimento, do seu crescimento e descoberta da vida e do mundo".

Deste modo, o especialista considerou que esta aprendizagem "ensina o jovem a relacionar-se consigo próprio e com os outros o que é fundamental para a capacidade quando adulto de criar uma relação de casal e família que é fulcral na construção da sociedade".

Quintino Aires afirma porém que " vivemos ainda num tempo em que há alguma interdição neste campo, estando uma parte de nós impedida de acesso", razão pela qual "Sexo e depois?" é "uma enorme mudança na sociedade portuguesa". A inauguração feita com o corte da típica fita foi feita por duas crianças o que para sexólogo foi "fazer-se história sendo um passo fundamental e um instrumento muito útil na construção como adulto".

Mariano Gago fala ao Ciência Hoje
Mariano Gago fala ao Ciência Hoje
Questionado sobre a adesão de professores, pais e educadores a esta exposição, o psicólogo clínico vê "algumas dificuldades" mas considera "fundamental numa altura em que a educação sexual está a ser incluída nas escolas".

No final da visita, Mariano Gago falou ao CH afirmando que "é uma iniciativa muito bem concebida e muito testada contando com a vantagem de ser uma exposição que teve já muito público e que se encontra aplicada a Portugal". O ministro considerou ainda que esta está "muito adaptada aos jovens preenchendo um vazio e criando uma oportunidade de conhecimento, debate e socialização".

Jovens esclarecidos e dúvidas dissipadas é o objectivo que espera os visitantes à saída deste mundo de cores.

Sexo... e então?
Nome da exposição: " Sexo e então?"

Onde: Pavilhão do Conhecimento, Parque das Nações, Lisboa

Destinado a: Crianças entre os 9 e os 14 anos

Decorre até: 28 de Agosto de 2011

Esta mostra interactiva ocupará a nave central do Pavilhão do Conhecimento -Ciência Viva, com uma extensão aproximada de 700 m2. Dividida em cinco grandes áreas, os seus conteúdos são apresentados num tom divertido e informal. O rigor científico tem a garantia da supervisão de um grupo de especialistas em educação para a infância e adolescência que acompanharam a revisão da tradução dos textos originais.

antónio saias
2010-10-20
17:49
a minha definição, minimalista, de dimorfismo sexual.

Não universal porque eu
- sou português
- modesto técnico de agricultura
- me chamo António Saias
:

HOMEM - excrescência com pequena fenda

MULHER - fenda com pequena excrescência

é tudo
carlos silva
2010-10-20
18:19
Tudo o que contribua para a formação e conhecimento da juventude é importante e positivo.
A sexualidade como natural manifestação não se compadece com tabus e mitos que tão nefastas consequências tem acarretado ao longo da vida de tantos jovens e adultos.
Ótima iniciativa que só peca por tardia.
AL
2010-10-21
10:09
Leva la os teus alunos!
Costa-Pereira
2010-10-21
11:52
Interessante com os meus 78 anos lá irei com o meu neto, aquando ele vier em férias de Natal, da Bélgica onde se encontra a estudar.
MARGARIDA MARIA VAZ
2010-10-25
12:16
SOU DO BRASIL, GOSTARIA DE PODER LEVAR MEUS ALUNOS. JÁ PASSOU DO TEMPO DE TER ESSAS EXPOSIÇÕES. A FALTA DE ORIENTAÇÃO É QUE ESTÁ ACARRETANDO TANTOS PROBLEMAS,EM VEZ DE FICAREM DEBATENDO A QUESTÃO A FAVOR OU CONTRA O ABORTO, QUE JÁ CANSOU, E NÃO DÁ EM NADA, DEVERIAM PENSAR EM FAZER COISAS ASSIM. MEUS PARABÉS AOS QUE IDEALIZARAM A MOSTRA.PRETENDO VISITA-LA.
Joana Santos
2012-06-07
18:35
Olá, acho que essa ideia de colocarem uma exposição sobre o SEXO no pavilhão di cinhecimento foi optima. Pois aprendi mais coisas sobre os perigos das relações sexuais, para a proxima vez que tiver relações sexuais com o meu namorado, vou obrigalo a utilizar preservativo. Pois já não sou virgem.
Obrigada

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Cunha-Vaz distinguido com Prémio Albert C. Muse

Bactéria da flora intestinal de mosquitos
pode bloquear transmissão de malária e dengue

Subvalorizar o Ébola é crime!

Pepinos do mar já podem ser produzidos em aquacultura

A Ciência na educação pré-escolar

A guerra dos espermatozóides

O Viagra protege o coração para além do quarto

Premiado dispositivo portátil
para recuperar lesões desportivas

Aí está o andarilho inteligente motorizado
com «marca» portuguesa

Ajuda de emergência para «overdoses»

Investigadores portugueses abrem novas possibilidades
no desenho de vacinas contra o cancro

Porquê eu? Muitas mulheres que vivem na pobreza
culpam os filhos e a vida amorosa

O papel dos "oásis" oceânicos nas interacções
entre organismos marinhos

Planta substituta de sal desenvolvida
em cultura in vitro por aluna da UTAD

Trabalho de investigadores da UA
cruza-se com o do Nobel da Física 2014

José Vieira da Universidade do Minho
foi eleito presidente da FEANI

Machimosaurus: o crocodilomorfo
de nove metros do Jurássico de Portugal

Investigação do IMM sobre causas e tratamento
da doença de Crohn premiada nos EUA

Jet lag prejudica funções cognitivas a curto prazo

Quando melhores descobertas ganham destaque
nas primeiras páginas dos jornais e nos telejornais

Investigadores do Porto distinguidos com prémio Grünenthal Dor

Fundação Champalimaud e governo do Rajastão
investem em clínica para o cancro

Visão sem precedentes de duzentas galáxias no Universo

Pistas para a neutralização do HIV

Homens e mulheres avaliam arte de forma diferente

Aumento do desemprego (também) pode
colocar em causa o futuro da Segurança Social

Colar os cromossomas no sítio certo

Cientista Português identifica mecanismo que evita
o suicídio celular e um potencial alvo contra o cancro

Maior painel termodinâmico do mundo é português

Jogos interactivos auxiliam vítimas de AVC