Receba as notícias:

Portugal é dos países com maiores avanços em Biotecnologia

Ranking elaborado pela "Scientific American"

2011-07-18
Ranking começou a ser elaborado em 2009
Ranking começou a ser elaborado em 2009

Portugal, Espanha, República Checa e Brasil são dos países que registaram maiores avanços na área da biotecnologia, de acordo com um ranking elaborado pela "Scientific American".

O documento apresentado na convenção BIO International, que decorreu em Washington, nos EUA, “reflecte a força, o potencial e os desafios que cada país precisa de superar para melhorar a sua capacidade de inovar na área da biotecnologia”.

"É fascinante ver países que vivem em climas desfavoráveis [em termos de capacidade de inovação], mostrarem um crescimento consistente no nosso índice", afirmou Jeremy Abbate, editor chefe da "Scientific American", ao falar sobre o facto de entre os países com os rankings mais elevados estarem nações como Portugal e Espanha, que actualmente enfrentam fortes desafios económicos e financeiros.

"Alguns dos progressos mais notáveis registam-se em Portugal e Espanha. Estes países têm evoluído consistentemente na sua pontuação geral desde que começamos a elaborar este ranking em 2009", acrescentou.

"No caso de Portugal, a educação e a mão-de-obra [especializada] aumentaram quase 40 por cento desde 2009", sublinhou ainda Jeremy Abbate.

O editor da "Scientific American" destacou ainda o exemplo de países como o Brasil, que tem conseguido com sucesso aumentar a sua capacidade de captação de cérebros no país, e do México e da República Checa, dois países que também têm aumentado as suas pontuações no ranking desde a sua publicação inaugural.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Santuário de pesca no Índico concilia
conservação e alívio da pobreza

Mais quatro cientistas portugueses escolhidos para a EMBO

Endoscopia em 2035: Que futuro antecipar?

“Login, logo existo?”

MORREU MARIANO GAGO

Siemens desenvolve sistema de sensores
que facilita o estacionamento nas cidades

Artista português e cientista da Harvard Medical School
criam escultura inspirada na biologia celular

Quais as principais características
nutricionais e funcionais da bolota?

UBI acelera processo na luta contra o cancro

Coimbra estuda dieta das aves das Galápagos

Olfacto humano ajuda a desvendar crimes violentos

Aluno da FCUL cria barómetro de eficiência energética

UA desenvolve tecnologia para armazenar
e dar mobilidade à eletricidade

Industrialização e “conjuntos sociotecnológicos”
– o caso dos laticínios açorianos

No more bleeding for “iron overload” patients?

Coimbra dá importante contributo
para aplicação da terapia génica

Estudo inédito do sofrimento na deficiência visual
vale nota 20 a aluna quase cega

Prémio Terre de Femmes para bióloga da UA

Encontrado o gene responsável
pela reacção das plantas ao toque

Dores nas costas e hérnias discais

Investigação sobre Cancro, AVC e descontaminação da água
por medicamentos distingue jovens investigadoras

UTAD investiga valor nutricional do leite de golfinhos

Terapia amiga do ambiente descontamina
águas das pisciculturas

Portas abertas para novos tratamentos
para a artrite reumatóide

Gosta de merujes? Vão aparecer na sua mesa!

Estudantes de medicina apostam
na formação científica e humana

Investigadora da Universidade de Coimbra premiada
pela Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas

UC estuda o impacto do novo metro igeiro de Macau

Hepatite C: nova realidade, novos horizontes

Saúde do cérebro e do coração começa na boca