Receba as notícias:

Aplicação controla "casa inteligente" a partir de telemóvel

Instituto Politécnico da Guarda criou nova aplicação

2012-04-03
Por Lusa
Aplicação controla rede domótica de uma habitação.
Aplicação controla rede domótica de uma habitação.
Um professor de informática do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) desenvolveu uma aplicação que controla a rede domótica de uma habitação ou de um edifício a partir do telemóvel, informou hoje o responsável pelo projecto. "Com esta aplicação conseguimos controlar toda uma casa à distância", explicou o docente Pedro Pinto, responsável pela implementação da plataforma KNX Automatica.

Pedro Pinto adiantou que a invenção surgiu no âmbito de um trabalho desenvolvido no mestrado em Computação Móvel, leccionado na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPG. "Podemos controlar desde a iluminação, a climatização, os estores e até ligar ou desligar uma simples torradeira, através do envio de comandos a partir da rede local ou a partir de qualquer lugar, desde que tenhamos acesso à Internet", disse.
O docente do IPG assegurou que o sistema accionado a partir de um telemóvel que possua a aplicação Android também permitirá, a qualquer momento e de qualquer local, desligar a tomada de um aparelho que, por esquecimento, ficou ligado no interior da residência.

Também permite que o utilizador receba um alerta via SMS a informar que deixou uma torneira aberta em casa, para que possa tomar "medidas imediatas" e corrigir o problema, salientou. "A ideia passa por podermos comunicar com a nossa casa e fazer, de fora dela, coisas que estamos habituados a fazer lá dentro", reforçou.

Esclareceu que a plataforma KNX Automatica só está desenvolvida para dispositivos com Android, mas também foi pensada para poder ser articulada a equipamentos da Apple ou ao Windows Phone.

A plataforma permite controlar um edifício que esteja equipado com sistema de domótica, mas o mentor do projecto anuncia que também pretende "adaptar e incluir um conjunto de funcionalidades" que permitam saber quais os gastos energéticos com um banho, uma lavagem de roupa ou de loiça, por exemplo.

Pedro Pinto referiu que já está a desenvolver as novas funcionalidades que irá associar à solução desenvolvida, para que "brevemente" a mesma possa ser colocada no mercado. O investigador garante ainda que a aplicação será disponibilizada a "baixo custo", lembrando que na sua génese esteve a criação de "uma solução de muito baixo custo comparativamente com outros produtos idênticos que existem no mercado".

A ferramenta KNX Automatica tanto pode ser utilizada em sistemas de domótica novos como nos já existentes nas habitações ou nos edifícios, indicou o docente do politécnico da Guarda.
Teresa Leite
2012-04-03
20:30
Bravo. Portugal está de parabéns com os seus professores e investigadores. São boas notícias que nos animam.
Nuno
2012-04-04
12:33
Onde é que isto é novidade? Que eu saiba já existe disso há muito tempo.
Carlos Matos (Form.Certificado KNX)
2012-04-04
15:09
Parabens. Esta é esta evolução natural do prazer em comunicar com a nossa referencia mais importante; a nossa CASA !
A manter / melhorar:
-Fiabilidade
-Segurança de acesso.
Marisa
2012-04-04
21:26
Lol Nuno. Existe? Só se for no papel..

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Subvalorizar o Ébola é crime!

Pepinos do mar já podem ser produzidos em aquacultura

A Ciência na educação pré-escolar

A guerra dos espermatozóides

O Viagra protege o coração para além do quarto

Premiado dispositivo portátil
para recuperar lesões desportivas

Aí está o andarilho inteligente motorizado
com «marca» portuguesa

Ajuda de emergência para «overdoses»

Investigadores portugueses abrem novas possibilidades
no desenho de vacinas contra o cancro

Porquê eu? Muitas mulheres que vivem na pobreza
culpam os filhos e a vida amorosa

O papel dos "oásis" oceânicos nas interacções
entre organismos marinhos

Planta substituta de sal desenvolvida
em cultura in vitro por aluna da UTAD

Trabalho de investigadores da UA
cruza-se com o do Nobel da Física 2014

José Vieira da Universidade do Minho
foi eleito presidente da FEANI

Machimosaurus: o crocodilomorfo
de nove metros do Jurássico de Portugal

Investigação do IMM sobre causas e tratamento
da doença de Crohn premiada nos EUA

Jet lag prejudica funções cognitivas a curto prazo

Quando melhores descobertas ganham destaque
nas primeiras páginas dos jornais e nos telejornais

Investigadores do Porto distinguidos com prémio Grünenthal Dor

Fundação Champalimaud e governo do Rajastão
investem em clínica para o cancro

Visão sem precedentes de duzentas galáxias no Universo

Pistas para a neutralização do HIV

Homens e mulheres avaliam arte de forma diferente

Aumento do desemprego (também) pode
colocar em causa o futuro da Segurança Social

Colar os cromossomas no sítio certo

Cientista Português identifica mecanismo que evita
o suicídio celular e um potencial alvo contra o cancro

Maior painel termodinâmico do mundo é português

Jogos interactivos auxiliam vítimas de AVC

Nobel da Química premeia invenção
do microscópio fluorescente de alta resolução

Cientistas europeus manifestam-se dia 17
em Espanha, França e Itália