Receba as notcias:

Cometa ISON pode brilhar mais do que a Lua em 2013

Cientistas russos descobriram o corpo celeste que se dirige para o Sol

2012-09-28
O cometa ISON poder ser visvel em finais de 2013 e incios de 2014
O cometa ISON poder ser visvel em finais de 2013 e incios de 2014

Astrónomos russos descobriram um super-cometa que se aproximará no Sol em Novembro de 2013 e que será possível observar a olho nu até meados de Janeiro de 2014. Poderá mesmo brilhar mais do que uma Lua cheia. O cometa chama-se C/2012 S1 ISON, em homenagem à equipa que o descobriu (Rede Internacional de Ciência Óptica – ISON, nas siglas em inglês).

Vitali Nevski e Novichonok Artyom encontram o cometa dia 21 de Setembro através de imagens registadas com um telescópio reflector de 40 centímetros. Imediatamente, outros observadores também o registaram.

Segundo explica a «New Scientist», os astrónomos conseguiram rastrear a rota do cometa e encontrar imagens da mesma de Dezembro de 2011. Com esses dados, calcularam uma órbita que dirige o cometa quase directamente até ao Sol. A órbita do cometa também sugere que este é um recém-chegado da nuvem de Oort, que rodeia o Sistema Solar.

Neste momento, ISON é apenas um ponto de luz porque está muito longe da Terra, perto da órbita de Júpiter. No entanto, dias 28 ou 29 de Novembro de 2013, passará a menos de dois milhões de quilómetros do Sol, segundo o Observatório Remanzacco, em Itália.

Como não é mais do que uma bola gigantesca feita de rocha e gelo, corre o risco de começar a desintegrar-se. Se sobreviver, o pó gelado libertado tornará a sua cauda ainda mais brilhante.

Apesar de ainda ser muito cedo para se ter certezas, os cientistas dizem que o ISON poderá tornar-se num dos objectos mais brilhantes do céu nocturno, talvez o cometa mais brilhante da década. Pode mesmo chegar a superar o brilho da Lua cheia. Os astrónomos alertam, contudo, que os cometas podem ser imprevisíveis.

Antnio Csar Domingues Hedo
2012-10-04
18:03
Embora sejam ainda iniciais as notcias da descoberta desse novo cometa me parecem muito promissoras e penso que poder se tratar do profetizado Grande Cometa da obra Na Luz da Verdade de Abdruschin.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

ltimas notcias

Cientistas portugueses revelam estratgia
para gerar clulas sensoriais ciliadas

Clulas estaminais neurais diminuem
no envelhecimento e na leso cerebral

H UM HOMEM DE CERTA IDADE
QUE CONTROLA ISTO TUDO

Google financia investigao da Universidade de Coimbra

Santurio de pesca no ndico concilia
conservao e alvio da pobreza

Mais quatro cientistas portugueses escolhidos para a EMBO

Endoscopia em 2035: Que futuro antecipar?

Login, logo existo?

MORREU MARIANO GAGO

Siemens desenvolve sistema de sensores
que facilita o estacionamento nas cidades

Artista portugus e cientista da Harvard Medical School
criam escultura inspirada na biologia celular

Quais as principais caractersticas
nutricionais e funcionais da bolota?

UBI acelera processo na luta contra o cancro

Coimbra estuda dieta das aves das Galpagos

Olfacto humano ajuda a desvendar crimes violentos

Aluno da FCUL cria barmetro de eficincia energtica

UA desenvolve tecnologia para armazenar
e dar mobilidade eletricidade

Industrializao e conjuntos sociotecnolgicos
o caso dos laticnios aorianos

No more bleeding for iron overload patients?

Coimbra d importante contributo
para aplicao da terapia gnica

Estudo indito do sofrimento na deficincia visual
vale nota 20 a aluna quase cega

Prmio Terre de Femmes para biloga da UA

Encontrado o gene responsvel
pela reaco das plantas ao toque

Dores nas costas e hrnias discais

Investigao sobre Cancro, AVC e descontaminao da gua
por medicamentos distingue jovens investigadoras

UTAD investiga valor nutricional do leite de golfinhos

Terapia amiga do ambiente descontamina
guas das pisciculturas

Portas abertas para novos tratamentos
para a artrite reumatide

Gosta de merujes? Vo aparecer na sua mesa!

Estudantes de medicina apostam
na formao cientfica e humana