Receba as notícias:

Cometa ISON pode brilhar mais do que a Lua em 2013

Cientistas russos descobriram o corpo celeste que se dirige para o Sol

2012-09-28
O cometa ISON poderá ser visível em finais de 2013 e inícios de 2014
O cometa ISON poderá ser visível em finais de 2013 e inícios de 2014

Astrónomos russos descobriram um super-cometa que se aproximará no Sol em Novembro de 2013 e que será possível observar a olho nu até meados de Janeiro de 2014. Poderá mesmo brilhar mais do que uma Lua cheia. O cometa chama-se C/2012 S1 ISON, em homenagem à equipa que o descobriu (Rede Internacional de Ciência Óptica – ISON, nas siglas em inglês).

Vitali Nevski e Novichonok Artyom encontram o cometa dia 21 de Setembro através de imagens registadas com um telescópio reflector de 40 centímetros. Imediatamente, outros observadores também o registaram.

Segundo explica a «New Scientist», os astrónomos conseguiram rastrear a rota do cometa e encontrar imagens da mesma de Dezembro de 2011. Com esses dados, calcularam uma órbita que dirige o cometa quase directamente até ao Sol. A órbita do cometa também sugere que este é um recém-chegado da nuvem de Oort, que rodeia o Sistema Solar.

Neste momento, ISON é apenas um ponto de luz porque está muito longe da Terra, perto da órbita de Júpiter. No entanto, dias 28 ou 29 de Novembro de 2013, passará a menos de dois milhões de quilómetros do Sol, segundo o Observatório Remanzacco, em Itália.

Como não é mais do que uma bola gigantesca feita de rocha e gelo, corre o risco de começar a desintegrar-se. Se sobreviver, o pó gelado libertado tornará a sua cauda ainda mais brilhante.

Apesar de ainda ser muito cedo para se ter certezas, os cientistas dizem que o ISON poderá tornar-se num dos objectos mais brilhantes do céu nocturno, talvez o cometa mais brilhante da década. Pode mesmo chegar a superar o brilho da Lua cheia. Os astrónomos alertam, contudo, que os cometas podem ser imprevisíveis.

Antônio César Domingues Hedo
2012-10-04
18:03
Embora sejam ainda iniciais as notícias da descoberta desse novo cometa me parecem muito promissoras e penso que poderá se tratar do profetizado Grande Cometa da obra Na Luz da Verdade de Abdruschin.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Rapazes mais depressivos do que elas

Assim em Marte como na Terra

O primeiro genoma foi descodificado
numa cooperação Luso-Brasileira – Desulfovibrio gigas

Alunos aplicam ciência para detectar
mão criminosa nos incêndios

Scientists discovered a new player in mental diseases

Insucesso Escolar e competências transversais:
uma forma alternativa de observar o problema…

Investigador do IPLeiria distinguido nos EUA
na área da Biomecânica do Desporto

Luísa «lança-se» aos mares
e «deixa» a esclerose em terra

«Importa perceber o grau
de literacia científica do ilustrador

As mulheres ainda preferem o parto natural

Portugal acolhe o maior Congresso Europeu sobre a China

Cegonhas «contra» nova directiva Europeia

Associação Portuguesa de Estudos Franceses
recebe Prémio Hervé Deluen

Reclusos de Castelo Branco vão ver o sol
(não aos quadradinhos)

Fernando Pestana da Costa eleito presidente da SPM

Hortas urbanas têm solos com excesso de metais pesados

Coimbra cria programa pioneiro para a infertilidade

Jovem português «bronzeia-se» na Física

Aditivos alimentares sintéticos e naturais:
quem vai ganhar a «guerra»?

Qual é o número de moléculas dentro de células?

CESPU e Universidade de Barcelona
juntas no ensino da saúde

João Ramalho- Santos lidera CNC

GILEAD SCIENCES apoia projectos científicos
com 200 mil euros

Marta Catarino é vice-presidente da associação europeia
de transferência de conhecimento

Dr. ROAD – o “médico” das estradas - nasce em Coimbra

Um «osso» para a cabeça? Uma porta para o carro?
Uma peça para uma aeronave? É para já!

Livro ensina pais a alimentarem crianças

Investigadores do Porto distinguidos
com Prémio Grünenthal Dor

Portugueses conquistam duplo bronze
nas Olimpíadas Internacionais de Biologia

Rui Costa vence mais um prémio internacional