Receba as notícias:

Coletes «salva-vidas» com tecnologia portuguesa

Sensores colocados nos coletes emitem
informações para aparelhos informáticos

2013-01-23
Por Sara Pelicano
O projecto Vital Responder introduziu tecnologia portuguesa em coletes que permitem monitorizar profissionais como os bombeiros durante o exercício da sua actividade. São colocados sensores que fazem monitorização cardíaca. Os sensores estão ligados a uma placa de dados que armazena e transmite a informação recolhida pelos sensores para aparelhos informáticos como computadores, tablet, PDA (assistente pessoal digital) e outros.

“O projecto é baseado numa tecnologia que a Universidade de Aveiro que fez spin-off em 2007. Esta tecnologia vestível permite embeber no tecido sensores. Pegamos nessa tecnologia e evoluímos para as necessidades que bombeiros, polícias e paramédicos têm. Para os monitorizar, uma vez que é sabido que são profissionais mais sujeitos a eventos cardiovasculares que outros, devido à fadiga extrema e ao stress contínuo a que são sujeitos”, explica João Paulo Cunha, professor na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e coordenador do projecto.
No caso de problema com o profissional, o aparelho emite um sinal de alerta para os outros colegas da equipa e permite que haja uma resposta mais rápida. “Se o sinal de GPS funcionar minimamente, os
Vital Responder permite monitorizar, localizar, coordenar e assim minimizar potenciais riscos à segurança dos profissionais.
Vital Responder permite monitorizar, localizar, coordenar e assim minimizar potenciais riscos à segurança dos profissionais.
colegas podem mesmo saber onde é que o colega com problemas se encontra e haver um auxílio mais rápido”
, adianta o especialista em engenharia biomédica.

O sucesso desta tecnologia já foi comprovado em corporações de bombeiros do Norte do país. “Temos 1300 horas de eventos disponíveis e já temos já publicações desses resultados”, pormenoriza João Paulo Cunha.

O trabalho tem sido desenvolvido de forma interdisciplinar, reunindo cientistas da Universidade de Aveiro, à qual João Paulo Cunha pertencia, da Universidade do Porto, profissionais de saúde, da indústria têxtil e bombeiros.

A esta interdisciplinaridade juntam-se também profissionais internacionais através da Carnegie Mellon University (CMU). “Há uma professora da CMU que está a aplicar esta tecnologia nas suas aulas. É tecnologia portuguesa que foi para os Estados Unidos da América e não o contrário”, sublinha João Paulo Cunha.

O Vital Responder é um projecto desenvolvido a pensar no mercado, onde poderá chegar entre três a cinco anos.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Eco Camp revela cidade completamente sustentável

Esperança média de vida mundial
cresce seis anos mas com pior saúde

Implicações da expansão do Canal de Suez
na biodiversidade marinha do Mediterrâneo

Vacina universal contra a gripe
pode estar mais perto de ser desenvolvida

UTAD aposta em “jardins terapêuticos”

Café ajuda no combate ao cancro do cólon

Em busca da matéria escura

Trabalhar em demasia potencia risco de AVC

Cigarro electrónico é menos nocivo do que o normal

Já pode consultar estado dos incêndios em tempo real

Doutorando português vence prémio internacional

OMS cria em Macau centro de cooperação
para a medicina tradicional chinesa

Inadequação social, desemprego e problemas financeiros
«ajudam» a manter consumo de drogas

Brasil poderá ter vacina contra dengue em 2018

Médico português cria ‘app’ para diagnosticar
doenças sexuais masculinas

Português recebe prémio de melhor tese
de doutoramento do Mundo

Cientista português participa em estudo que revela
perturbações idênticas às da esquizofrenia e autismo

Brasil constrói laboratório de combate à tuberculose
em São Tomé e Príncipe

Docente da Universidade de Coimbra
preside a rede europeia

Fórum Económico Mundial destaca start-up da UMinho

Campanha de vacinação em Timor-Leste
beneficia mais de 93% das criança por cento

Suplemento alimentar para vacas leiteiras
reduz emissões de metano

Como proliferam as células dos vasos sanguíneos
em redor de um tumor

Sistema híbrido à base de hidrogel
«ataca» cancro da próstata

Insecto vai atacar uma das piores plantas invasoras em Portugal

Português na descoberta de que redução de enzima
na doença de Parkinson abre portas a novos tratamentos

Viagem aos primórdios portugueses do darwinismo social

Mais de 500 genes podem afectar a audição

Descoberto mecanismo que permite à melatonina
combater células cancerígenas

Da eficácia do exercício físico no tratamento das depressões