Receba as notícias:

Aluna da UMinho premiada na Holanda

Desenvolver competências transversais é a chave para o sucesso no mercado

2013-07-19
Sara Dias a receber o prémio por Anabela Alves, da organização
Sara Dias a receber o prémio por Anabela Alves, da organização
As competências transversais mais importantes para um diplomado ser bem-sucedido no mercado são a eficiência, o compromisso/motivação, a orientação para os resultados, a fiabilidade e a disponibilidade. Este é um dos resultados preliminares da investigação de Sara Dias, finalista de Engenharia e Gestão Industrial da Universidade do Minho, que acaba de ser distinguida na categoria "Best Student Paper Award", no 5º Simpósio Internacional sobre Aprendizagem baseada em Projetos no Ensino de Engenharia (PAEE 2013), em Eindhoven, Holanda.
Sara Dias fez um estudo de caso na Bosch Car Multimedia Portugal, acompanhando algumas dezenas de doutorandos de 16 países no curso intensivo “Innovation and Creativity for Complex Engineering Systems”, recém-terminado. “Esta iniciativa é exemplar pela aproximação das universidades às empresas, pela sua dimensão multicultural (com alunos provenientes de quatro continentes, de países como a Finlândia, Nigéria e Paquistão) e por permitir que pessoas de várias especialidades trabalhem em equipa, resolvendo problemas reais em ambiente industrial”, define Sara Dias.

Iniciativa teve alunos provenientes de quatro continentes, de países como a Finlândia, Nigéria e Paquistão
Iniciativa teve alunos provenientes de quatro continentes, de países como a Finlândia, Nigéria e Paquistão
Além das competências transversais dos participantes, os resultados em análise, em conjunto com outros dados, permitirão avaliar o desenvolvimento das competências técnicas, os benefícios do curso na perspetiva das entidades promotoras e, numa perspetiva mais abstrata, perceber como é que as abordagens por projeto, no ensino em engenharia, trazem melhorias na integração dos graduados no mercado de trabalho, sublinha a estudante de 23 anos, que é natural de Braga.

Durante três semanas, os participantes daquele curso apresentaram soluções inovadoras resolver problemas propostos pela multinacional, abordando temas relacionados com manutenção industrial, sistemas de navegação e de informação dos automóveis, controlo de processos de fabrico e construção de equipamentos fabris. A formação coordenada pela UMinho e patrocinada pelo programa Erasmus “foi como um projeto dentro da empresa, com vários subprojectos de equipas interdisciplinares”. Envolveu workshops, sessões técnicas, visitas, mostras tecnológicas e contactos com quadros I&D.

O artigo premiado de Sara Dias intitula-se "Interdisciplinary programs evaluation methods: a review of literature and a model proposal for intensive projects involving academia and industry" e enquadra-se na sua dissertação de mestrado, orientada pelos professores Luís Dias e Rui M. Lima, do Departamento de Produção e Sistemas da UMinho, e pelo engenheiro Pedro Delgado, do Departamento de Engenharia de Produto da Bosch Car Multimedia Portugal. Ao PAEE 2013 concorreram alunos dos EUA, Grécia, Áustria, Brasil, Holanda, Portugal e da associação BEST - Board of European Students of Technology. O júri incluiu professores das universidades de Cambridge, Brasília, Coimbra e Eindhoven. A próxima edição do PAEE é em julho de 2014, em Medellín, Colômbia.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Investigação sobre Cancro, AVC e descontaminação da água
por medicamentos distingue jovens investigadoras

UTAD investiga valor nutricional do leite de golfinhos

Terapia amiga do ambiente descontamina
águas das pisciculturas

Portas abertas para novos tratamentos
para a artrite reumatóide

Gosta de merujes? Vão aparecer na sua mesa!

Estudantes de medicina apostam
na formação científica e humana

Investigadora da Universidade de Coimbra premiada
pela Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas

UC estuda o impacto do novo metro igeiro de Macau

Hepatite C: nova realidade, novos horizontes

Saúde do cérebro e do coração começa na boca

Descoberto o responsável pelo surgimento
de problemas de memória

UA combate contrafacção com códigos DNA para marcas

Investigadores belgas e franceses medem
a temperatura do coração das estrelas

Estudante da UA imprime circuitos electrónicos em papel

Je suis Charlie

Investigações sobre cromossomas e doença de Huntington
premiadas hoje pela FLAD

Investigadora da UTAD distinguida na Galiza
com Prémio “Vicente Risco”

Compostos descobertos na casca do eucalipto
já têm método de extracção

Em 2015 continuo a supor que poderíamos ter pedido baunilha…

Investigadores de Coimbra querem melhorar
prognóstico do transplante de fígado

Curador do primeiro planetário da América
vai ser português

Humilhação dos 7-1 leva o Brasil
a olhar para a ciência

Carlos Ribeiro eleito para o primeiro grupo
dos FENS-Kavli Scholars

Rotundas virtuais vão projectar rotundas reais
seguras e amigas do ambiente

Dê azeite ao seu coração

Dois jovens cientistas portugueses
entre oito distinguidos pela EMBO

Neste Ano Novo dê o seu apoio ao Ciência Hoje

Efeitos da cafeína diferem com ou sem açúcar?

António Fernandes da Fonseca deixou a “sua marca”
na passagem pelo Mundo!

É possível estudar «cientificamente» os enchidos?
Universidades de Lisboa, Évora e Trás-os-Montes e Alto Douro fizeram investigação