Receba as notícias:

Margarida Amaral e Rui Costa eleitos para a EMBO

Os dois cientistas passam a integrar o lote de excelência
da Organização Europeia de Biologia Molecular

2014-05-07
Margarida Amaral
Margarida Amaral
Margarida Amaral, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, (FCUL) e Rui Costa, da Fundação Champalimaud foram eleitos para a EMBO pr altura da celebração do 50º anversário desta prstigiada instituição. A EMBO reúne mais de 1600 cientistas que promovem a excelência científica em Ciências da Vida, 66 dos quais receberam o Prémio Nobel. Nesta data são 106 os novos membros, de 17 países, e incluem 21 mulheres.
Margarida Amaral foca o seu interesse científico no studo da doença genética autossómica Fibrose Quística. Fez o doutoramento em química (bioquímica/genética molecular), FCUL, 1993. É professora catedrática e  investigadora do Centro de Investigação BioFIG (Center for Biodiversity, Functional & Integrative Genomics) da Universidade de Lisboa.

Rui Costa
Rui Costa
Rui Costa licenciou-se em Medicina Veterinária na Universidade Técnica. Depois de se doutorar em Ciências Biomédicas pela Universidade do Porto e pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles, fez o pós-doutoramento em Neurobiologia na Universidade de Duke, também nos EUA. Depois disso liderou vários anos a secção de Neurobiologia da Acção nos Institutos Nacionais de Saúde americano (NIH).

"No 50º aniversário da EMBO estamos extremamente satisfeitos por acolher mais investigadores na nossa organização do que em anos anteriores”, diz a directora da EMBO, Maria Leptina. “Nas últimas décadas, muitos dos conceitos, técnicas e conhecimentos de biologia molecular têm sido aplicados a questões fundamentais em outras disciplinas das ciências da vida. Explicações moleculares estão a emergir agora para as origens e funções dos sistemas mais complexos, como o cérebro e o mundo vivo ao nosso redor. Queríamos reflectir mais destes desenvolvimentos extraordinários na nossa sociedade," acrescenta.
Claudina Rodrigues-Pousada
2014-05-14
22:15
Há 20 anos fui eleita membro da EMBO, e nada dá mais felicidade que ver Margarida Amaral minha aluna de doutoramento, eleita este ano. Fui eu que tive a iniciativa de a nomear e tive uma alegria imensa que passados estes 20 anos eu tenha agora uma antiga estudante eleita. Ela vai ter a tarefa de continuar e de passar a nomear colegas que considere valer a pena fazê-lo e quem sabe uma aluna sua.
Parabéns Margarida e lá estarei em Heidelberg para a apresentar à Assembleia da EMBO.
Claudina

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Cunha-Vaz distinguido com Prémio Albert C. Muse

Bactéria da flora intestinal de mosquitos
pode bloquear transmissão de malária e dengue

Subvalorizar o Ébola é crime!

Pepinos do mar já podem ser produzidos em aquacultura

A Ciência na educação pré-escolar

A guerra dos espermatozóides

O Viagra protege o coração para além do quarto

Premiado dispositivo portátil
para recuperar lesões desportivas

Aí está o andarilho inteligente motorizado
com «marca» portuguesa

Ajuda de emergência para «overdoses»

Investigadores portugueses abrem novas possibilidades
no desenho de vacinas contra o cancro

Porquê eu? Muitas mulheres que vivem na pobreza
culpam os filhos e a vida amorosa

O papel dos "oásis" oceânicos nas interacções
entre organismos marinhos

Planta substituta de sal desenvolvida
em cultura in vitro por aluna da UTAD

Trabalho de investigadores da UA
cruza-se com o do Nobel da Física 2014

José Vieira da Universidade do Minho
foi eleito presidente da FEANI

Machimosaurus: o crocodilomorfo
de nove metros do Jurássico de Portugal

Investigação do IMM sobre causas e tratamento
da doença de Crohn premiada nos EUA

Jet lag prejudica funções cognitivas a curto prazo

Quando melhores descobertas ganham destaque
nas primeiras páginas dos jornais e nos telejornais

Investigadores do Porto distinguidos com prémio Grünenthal Dor

Fundação Champalimaud e governo do Rajastão
investem em clínica para o cancro

Visão sem precedentes de duzentas galáxias no Universo

Pistas para a neutralização do HIV

Homens e mulheres avaliam arte de forma diferente

Aumento do desemprego (também) pode
colocar em causa o futuro da Segurança Social

Colar os cromossomas no sítio certo

Cientista Português identifica mecanismo que evita
o suicídio celular e um potencial alvo contra o cancro

Maior painel termodinâmico do mundo é português

Jogos interactivos auxiliam vítimas de AVC