Receba as notícias:

Quatro pesquisadores na lista de mortos do voo 1907 da Gol

A Folha de S. Paulo revela quem eram e o que faziam

2006-10-03
Segundo o jornal brasileiro a Folha de S. Paulo, quatro investigadores pereceram no desastre do voo 1907 da companhia aérea GOL.  «A queda do vôo 1907 vitimou dois pesquisadores do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), um da USP e outro do Instituto Agronômico de Campinas. Joana Darc, 53, era doutora em biologia, com ênfase em ecologia. Nascida em Uberaba (MG), possuía dois filhos. Além de integrar o Inpa, órgão vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, Darc também era professora da Universidade do Estado do Amazonas e coordenava o Programa Amazonas de Integração da Ciência no Interior», fiz A Folha.

Ainda segundo este diário de S. Paulo «seu colega Alexandre Barbosa dos Santos, 34, era engenheiro florestal, doutor em ecologia pela Universidade de Brasília. Ele trabalhava no Experimento de Grande Escala Biosfera-Atmosfera na Amazônia (LBA), sediado no Inpa. Coordenava um projeto em São Gabriel da Cachoeira e liderava pesquisas sobre micrometeorologia».

Refere ainda A Folha quem são os outros dois investigadores: «O professor da USP Francisco Nart, 48 anos, que viajou para Manaus na quarta-feira passada para avaliar os programas de pós-graduação da Universidade Federal do Amazonas, foi outra perda na área científica(...) Também estava no vôo 1907 a pesquisadora Marilene Bovi, 58, do Instituto Agronômico de Campinas»

Teresa Cristina
2006-10-07
20:44
A Doutora joana D'arc, falecida no vôo 1907 possuía três filhos, e não dois conforme artigo publicado.

Adicionar comentário:

Comentário
Nome:
Email:
Insira as letras na caixa
Ciência Hoje não publica comentários anónimos. Ciência Hoje só publica comentários identificados com nome e email para eventual posterior contacto. Ciência Hoje recusa publicar comentários insultuosos ou ataques pessoais.

Últimas notícias

Homens ou mulheres? Quem corre mais riscos
de violência verbal no local de trabalho?

Investigador do IA é um dos vencedores dos Prémios Breakthrough 2015

Qual é a melhor iluminação para a sua casa?

Cyberbullying: retrato de um fenómeno
em expansão silenciosa

Centro de Investigação da Montanha distinguido
em cooperação internacional

Investigação europeia em oftalmologia
coordenada em Portugal

Portugal lidera detecção inédita na atmosfera de Vénus

Modelos matemáticos desenvolvidos na UA
preveem gravidade de acidentes de viação

Mosca-da-azeitona pode ser combatida
de forma rápida, barata e eficaz

Já é possível «ouvir» o coração da mãe
e do bebé ao mesmo tempo

Áreas menos desenvolvidas penalizadas
na agenda política de saúde

Foi com uma grande alegria que vi o nome de Teresa Teixeira!

Teresa Teixeira nomeada hoje
EMBO Young Investigator

Investigador mexicano desenvolve software
que “prevê” ocorrências cardíacas

UTAD aposta no combate ao abandono escolar

ESAN quer ser referência em fabrico aditivo rápido

Um neurónio, uma função? Afinal o cérebro faz multitasking!

Consegue seguir o ritmo?

De como bem aprender uma sequência de dança

As crianças devem ir a pé para a escola

Investigadores da UC desenvolvem
guia inteligente de apoio a cegos

O nariz delas é melhor do que o deles

De como a realidade virtual pode «medir»
os delinquentes sexuais

Cancro do pulmão pode ser diagnosticado
anos antes de ser detectado por imagem

Distractores ambientais influenciam
a atenção e a memória dos mais velhos

Como é a excitação sexual nas mulheres?

Insónia potencia o risco de acidentes de viação

Tristeza permanece mais tempo do que outras emoções

Refrigeração magnética dá prémio internacional
a jovem cientista português

Fantasias sexuais: você é normal?